Header Ads

Distribuição de vale-alimentação de R$ 80 a estudantes começa nesta quarta-feira (29) no Ceará


O governador do Ceará anunciou, na noite desta terça-feira (28) que começa nesta quarta (29) a distribuição de vale-alimentação de R$ 80 para estudantes da rede pública do Estado. A medida - mais uma de apoio à população durante o período de combate ao coronavírus - foi anunciada no último dia 9 por Camilo Santana. Serão distribuídos 423 mil cartões. 

O auxílio será de R$ 80 por aluno e tem o objetivo de contribuir para a segurança alimentar dos alunos durante o período de suspensão das atividades presenciais nas escolas da rede pública estadual.

O anúncio de Camilo foi feito durante nova transmissão pelas redes sociais.

Os cronogramas de entrega do vale serão detalhados aos estudantes pelas escolas. Para receber o benefício alunos e familiares deverão seguir as orientações da instituições de ensino. Segundo o governador, as escolas informarão a data e o horário de entrega. 

"Peço que os alunos não procurem as regionais. Peço que esperem a convocação das escolas para evitar aglomerações. A Seduc está preparada para começar essa distribuição nesta quarta de forma precisa", disse Camilo.

Benefício 
Os cartões entregues aos estudantes serão personalizados com os dados de cada beneficiário. Depois de receber o vale, o aluno já terá direito à primeira parcela do vale, no valor de R$ 40. 

A segunda parcela deverá ser paga posteriormente, seguindo as recomendações das escolas e da Secretaria da Educação do Estado (Seduc). 

O Estado também deverá enviar uma carta com recomendações aos alunos sobre o uso do benefício. A compra de bebidas alcoólicas não será permitida, por exemplo. 

Camilo ainda disse que a medida deverá impulsionar a economia local, injetando dinheiro em mercadinhos, padarias, açougues e outros estabelecimentos. 

"Essa é mais uma ação de acolhimento da população mais vulnerável do nosso Estado. Temos discutido todas as ações para garantir o atendimento à população. Não tem sido fácil, mas estamos focados e vamos superar esse momento", afirmou. 

Respiradores 
O governador ainda destacou a dificuldade para comprar respiradores e garantir o atendimento de pacientes no Ceará com os sintomas graves da Covid-19. Ele afirmou que o Governo Federal tem controlado a venda dos equipamentos fabricados por empresas brasileiras e que há muita competição no mercado internacional. 

"Entramos na justiça para garantir uma compra de 50 respiradores com uma empresa brasileira, mas o Governo Federal determinou que todas as compras de respiradores de empresas nacionais têm de passar pelo Ministério de Saúde", disse Camilo.                 (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.