Header Ads

Primeira indígena cearense diagnosticada com Covid-19 recebe alta médica em Crateús


A primeira indígena cearense que testou positivo para a Covid-19 no Ceará recebeu alta médica nesta sexta-feira (24), em Crateús, interior do estado. Deuselina Ferreira, de 30 anos, é da etnia Tupinambá e começou a apresentar os sintomas após uma viagem para a capital do estado. 

A Secretária da Saúde do município, Elizabeth Machado, disse a paciente apresentou os sintomas após uma viagem de 26 dias a Fortaleza. "A autoridade indígena a isolou e entrou em contato com a equipe médica da aldeia", afirmou.

Deuselina ficou isolada na própria aldeia e, com todas as providências necessárias e recomendações dos órgãos de saúde, não houve transmissibilidade para outras pessoas da aldeia. 

Em vídeos publicados na rede social da jornalista local Samila Gomes, os profissionais da saúde comemoram a cura da paciente. "Quero parabenizar a ela que cumpriu a quarentena de uma forma impecável e agradecer a equipe, é uma vitória de todos nós", celebrou uma das enfermeiras da Unidade de Saúde de Maratoan na gravação. 

No estado, há apenas um caso confirmado de Covid-19 em populações indígenas e cinco suspeitos, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) de sexta-feira (24). 

De acordo com dados da plataforma IntegraSUS da da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) atualizados neste sábado (25), Crateús apresenta 11 casos confirmados da doença e 89 casos em investigação.         (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.