Header Ads

Ricardo Brennand morre de Covid-19 aos 92 anos, no Recife


Morreu na madrugada deste sábado (25) o empresário e engenheiro pernambucano Ricardo Brennand, aos 92 anos, no Recife. Criador do Instituto Ricardo Brennand, o empresário foi diagnosticado com Covid-19, e estava internado há uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Real Hospital Português, segundo informou o G1. 

Ricardo Brennand deixou esposa e oito filhos, além de 23 netos, 48 bisnetos e uma tataraneta. 

Ele é natural do município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, e criador de grandes indústrias: de aço, cimento, vidro e açúcar.

Além disso, em uma área de 180 mil metros quadrados, criou um instituto cultural reconhecido mundialmente, com um acervo da história e da arte. O local fica no antigo Engenho São João, no Bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife. 

O complexo foi inaugurado há 18 anos, e contou com a presença do príncipe herdeiro da Dinamarca, Frederick Terceiro. 


FAMÍLIA BRENNAND 
O engenheiro era primo do artista plástico e ceramista Francisco Brennand, morto aos 92 anos por infecção respiratória, no mesmo hospital do Recife, em dezembro do ano passado, segundo o G1. O artista deixou o acervo de obras e esculturas na Oficina Cerâmica Francisco Brennand, uma antiga olaria herdada do pai e que funcionava como museu e ateliê.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.