Header Ads

Ceará deve ter a maior safra de grãos dos últimos oito anos

Plantio de milho e feijão têm bom desenvolvimento. FOTO: Honório Barbosa
As boas chuvas ocorridas em fevereiro e março asseguram a safra de grãos (milho e feijão) de sequeiro nas regiões Centro-Sul, Jaguaribana e Cariri (Sul do Ceará). 

Os produtores rurais estão animados, apesar das chuvas reduzidas na primeira quinzena deste mês de maio, que é o último da atual quadra chuvosa (fevereiro a maio). 

O produtor rural Carlos Palácio de Queiroz disse que por onde passou viu plantio assegurado. “Choveu bem no trimestre de fevereiro a abril e a gente vê o milho e o feijão seguros”, pontuou. “É verdade que as chuvas estão reduzidas neste mês, mas a terra está bem molhada e mesmo uma chuvinha mais fina vai mantendo o solo com umidade”. 

Quem plantou mais cedo está contente. “São poucos os agricultores que deixaram para plantar mais tarde”, disse o gerente local do escritório da Ematerce, em Lavras da Mangabeira, Cléber Correia. “Neste ano vamos ter uma safra no município que deve ser a maior dos últimos oito anos”. 

O gerente regional da Ematerce, Mauro Nogueira, disse que o cenário é animador. “As chuvas foram melhor distribuídas no tempo e no espaço, ajudando muito a agricultura neste ano”, frisou. “As sementes de grãos foram distribuídas no tempo certo e quem plantou cedo já tem colheita assegurada”. 

O agricultor, Francisco Maciel, da localidade de Barro Alto, zona rural de Iguatu disse que a lavoura de milho e de feijão está segura. “No fim da próxima semana vou começar a colher”, disse. “No ano passado perdi a metade da lavoura por causa de um veranico (ausência de chuva por mais de dez dias), mas neste ano vou tirar mais de 90%”. Ele plantou dois hectares de milho, associado com feijão-de-corda em parceria com um parente. 

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva, também afirmou que a safra está assegurada na grande maioria das roças. “Sem dúvida, vamos ter uma boa colheita de milho e de feijão”, confirmou. “Em muitas áreas, o feijão já foi colhido”. 

IBGE: produção 
A produção esperada de grãos no Ceará de acordo com o mais recente Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do IBGE, para o ano de 2020, é de 637 toneladas. Houve, portanto, um crescimento de 30,94%, em comparação com a projeção feita no mês anterior, que foi de 487t. 

Essa estimativa mais recente representa um aumento de 12,96% em relação à safra de grãos efetivamente colhida em 2019 (564.615 t). 

Ematerce 
O diretor técnico da Ematerce, Itamar Lemos, prevê uma safra ainda maior do que a estimativa do IBGE. “No início de junho vamos fechar relatórios e teremos uma visão melhor da realidade”, pontuou. “A nossa expectativa é que a safra será superior a 600 mil toneladas de grãos”.                         (Blog Diário Centro-Sul)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.