Header Ads

Com 87,5% dos leitos de UTI para Covid ocupados, Cariri não recebe novos respiradores


Uma carga com 103 toneladas de insumos e equipamentos chegou ao Ceará no começo da semana passada. Nos itens estão 200 respiradores para serem implantados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em todo o estado. Esses leitos serão abertos para atender exclusivamente pacientes graves com covid-19, e nenhum foi destinado ao Cariri. 

O anúncio da distribuição dos respiradores foi feito ontem (24), na transmissão ao vivo feita pelo governador Camilo Santana. O Hospital Regional do Cariri (HRC), referência no tratamento da doença na região, está com 87,5% dos leitos de UTI ocupados. Os de enfermaria – que não usam respiradores – têm 71,43% de ocupação. Não foram contabilizados leitos de hospitais particulares da região. 

Na lista divulgada pelo governador, no entanto, não há nenhum aparelho destinado ao Cariri. Há a expectativa que outro carregamento de 300 unidades chegue ao Ceará no começo de junho. Não há divulgação sobre a distribuição deste segundo lote. 

De acordo com a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), foram abertos 2.200 leitos exclusivos para a doença desde o início da pandemia. No total, o estado do Ceará tem mais de 91% dos leitos de UTI para covid-19 ocupados. Em tratando-se de leitos de enfermaria, a taxa de ocupação está em 67%. 

Número de respiradores recebidos por cidade no Ceará: Maranguape (7); Itapipoca (8); Maracanaú (7); São Gonçalo (5); Horizonte (7); Pentecoste (1); Caucaia (4); Tianguá (7); Itarema (2); Acaraú (5); Canindé (3); Quixadá (5); Iguatu (10); Aracati (2); Limoeiro do Norte (10); Quixeramobim (5); Hospital Regional do Sertão Central (15); Hospital de Campanha de Sobral (10); Hospital Regional Norte (20); Hospital de Messejana (12); IJF Fortaleza (20); HGF Fortaleza (12); Hospital Waldemar de Alcântara (4); Santa Casa de Fortaleza (4); Hospital São José (5); Hospital Leonardo DaVinci (10).

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.