Header Ads

Iguatu registra décima morte por Covid-19

Município adotou medidas mais rígidas de isolamento com objetivo
de reduzir fluxo de pessoas nas ruas. FOTO: Honório Barbosa
A Secretaria da Saúde de Iguatu confirmou mais uma morte por decorrência da Covid-19. A vítima é uma idosa de 94 anos de idade, que estava em isolamento domiciliar na sede urbana, e apresentava problemas cardíacos e também era hipertensa. 

Com esse óbito, a letalidade do vírus é 13.5% no Município. Ainda de acordo com dados da Secretaria da Saúde, 74 pessoas testaram positivo para a doença. Desse total, 22 estão em tratamento domiciliar, seis em internação hospitalar, 36 pessoas foram curadas e 314 pessoas testadas foram descartadas. 

Perfil 
Dos dez óbitos, 60% são do sexo feminino, os outros 40% correspondem ao gênero masculino. Dessas mortes, dois são profissionais da saúde: o médico Carlos Ronald Correia, 67, falecido na sexta-feira (8), após passar duas semanas internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente e a médica Lúcia Dantas Abrantes, 66, que faleceu dia 10 de abril, após dez dias internada na UTI do Hospital São Camilo. 

A primeira morte registrada pela Covid-19 no Município foi de uma criança de apenas três meses de idade. A menina faleceu no dia 3 de abril. Na época, o Hospital Regional de Iguatu (HRI) realizou o teste, após o óbito, que testou positivo para a doença. 

Medidas 
O secretário da Saúde de Iguatu, Georgy Xavier, reforçou a necessidade do cumprimento do isolamento social para evitar a propagação do vírus com maior velocidade. “As pessoas devem permanecer em casa e adotar todas as medidas de prevenção”, pontuou.                            (Blog Diário Centro-Sul)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.