Header Ads

Moradores se mobilizam e fazem serviço de tapa-buracos na CE-060 no Cariri

FOTO: Honório Barbosa
Moradores de Várzea Alegre e Granjeiro reclamam da buraqueira existente no trecho de 18 km da CE-060, no Cariri, a partir do entroncamento com a rodovia BR – 230. Nos dois últimos anos, os buracos vêm aumentando. Cansados de esperar por um serviço de recuperação da via, moradores e motoristas passaram a fazer por conta própria a colocação de piçarra na rodovia. 

O morador do sítio Graiado, Fábio Almeida, fez fotos do serviço voluntário e justificou: “Já que as autoridades do Estado não resolvem, a população resolveu dar uma amenizada, tapando com terra os buracos”. 


Moradores fazem tapa-buraco na rodovia.
FOTO: Fábio Almeida
Almeida conta que já sofreu um acidente de moto ao desviar dos buracos. O empresário Tiago Alves, do sítio Carrapateiras, foi um dos que participaram do trabalho. “O jeito é tentar fazer alguma coisa, as chuvas pararam e ficaram os buracos”, disse. “Juntamos homens, caminhões e piçarra para suavizar essa buraqueira”. 

O trecho danificado é de subida da serra para a cidade de Granjeiro. Na localidade de Mocotó, no início da via, para quem segue de Várzea Alegre. O agricultor, Raimundo Oliveira, lamentou a situação. “Só vendo aqui para ver que é buraco demais, está muito feia a situação”, disse. “Isso é um absurdo”. 

O produtor rural, José Gomes, do distrito de Calabaço, disse que a situação precária da rodovia é a polêmica atual dos moradores, além do coronavírus. 

A médica do Programa Saúde da Família e vereadora, Luciana Rolim, criticou a demora na recuperação da rodovia em sessão por videoconferência da Câmara de Vereadores de Várzea Alegre. “Sei que estamos em um período de pandemia, mas ninguém ver nem um operário do antigo DER, que hoje é a SOP, nem roçando o mato que toma de conta do acostamento, nem fazendo tapa-buraco”, disse. “A rodovia está muito danificada e apelamos para o governo do Estado fazer o conserto”. 

Em abril de 2019, houve protesto contra a buraqueira. Na época, o prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, manifestou solidariedade aos moradores prejudicados pelo estado da estrada. 

O gestor municipal disse que já havia enviado ao governo do Estado, em 2017 e em 2019, ofícios cobrando providências, inclusive com fotografias que mostram a situação caótica da estrada. 

Esclarecimentos 
A Superintendência de Obras Públicas (SOP) informou por meio de nota que o trecho deve receber futura obra de recuperação funcional. Até lá, serão executados serviços simples de manutenção.                          (Blog Diário Centro-Sul)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.