Header Ads

Plano de retomada da economia no Ceará prevê liberação de setores do comércio já na primeira de quatro fases; veja lista


O governador do Ceará, Camilo Santana, divulgou nesta quinta-feira (28) os detalhes do plano de retomada das atividades econômicas do estado em recuperação aos efeitos da epidemia do novo conoravírus (SARS-CoV-2). A partir do dia 1º de junho até o dia 7, haverá uma fase de transição, seguida por outras quatro, cada uma com 14 dias, com a divisão das atividades liberadas para retomarem por grupos. Já na primeira fase, setores do comércio já poderão funcionar. Escolas estão na última fase. 

Também na primeira fase serão permitidas a atuação da indústria química, 30% da cadeia da construção civil em obras com até 100 operários; lojas de construção civil; cadeia da saúde (óticas, escritórios, clínicas de dentistas); e cuidados pessoais, como cabeleireiros e barbeiros. 

Todo o processo será avaliado e poderá sofrer mudanças, contudo. Segundo Camilo, o plano de retomada é comportamental, baseada em critério de risco sanitário e outro econômico e social. As fases serão especificadas por decretos. 

O anúncio foi feito por meio das redes sociais do governador. Antes, no mesmo pronunciamento, o secretário da Saúde do estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, mostrou gráficos que, segundo ele, demonstram a eficácia do isolamento social na redução do crescimento de casos e óbitos por Covid-19. 

Confira abaixo como será o retorno de cada setor da economia durante o plano de retomada econômica no Ceará. 

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR OU SE PREFERIR ACESSE EM PDF NO FINAL DAS IMAGENS

Fase de transição (1/06)


Primeira fase (8/06)


Segunda fase (22/06)


Terceira fase (6/07)


Quarta fase (20/07)



Veja plano de retomada na íntegra clicando aqui

Prorrogação do decreto de isolamento social 
Nesta quinta-feira (28), o governador já havia adiantado que o decreto de isolamento social para todo o estado seria renovado mais uma vez. 

"Deixo claro que prorrogarei o atual decreto de isolamento social do estado, tão importante no enfrentamento à Covid, mas com previsão de retomada gradual e responsável de algumas atividades em algumas regiões", publicou Camilo em redes sociais na noite desta quarta-feira (27). 

Camilo afirmou ainda que as decisões tomadas pelo governo levam em consideração estudos e avaliações feitas pela equipe técnica de profissionais da saúde que analisam a situação da pandemia no Ceará.

No último sábado (23), o governador declarou, em transmissão ao vivo, que planejava reabrir parte das atividades econômicas no Ceará a partir de 1º de junho. As fases e setores que serão priorizados no projeto ainda estariam sendo estudados. 

Nesta terça-feira (26), o secretário de desenvolvimento econômico e trabalho do Estado, Maia Júnior, chegou a antecipar o plano poderia ser divulgado ainda nesta quarta-feira. A versão final do plano teria sido apresentada aos representantes dos setores econômicos na noite de terça. 

O secretário ainda destacou que, mesmo durante a pandemia cerca de 75% da economia cearense está operando normalmente, considerando o valor adicionado bruto dos negócios. 

"Temos hoje 75% da economia e 60% dos empregos operando normalmente. E boa parte desses 75% são serviços essenciais. Estamos planejando agora para reabrir os 25% da economia e os 40% dos empregos que estão parados", afirmou Maia.         (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.