Header Ads

Projeto usa videochamadas para aproximar pacientes com coronavírus de familiares


Intitulado "Coração", projeto desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologia e Informática (NTI) e de Engenharia Clínica do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) possibilita videochamadas entre pacientes na UTI com coronavírus e seus familiares. A primeira ligação aconteceu nesta quinta-feira, 14, entre João Alfredo Franzen, de 74 anos, internado há 10 dias, e a filha dele. 

A assistente administrativa Fernanda Franzen, 39, foi surpreendida pela equipe da unidade de saúde. "Quando o serviço social do HGF me ligou avisando que ia realizar uma videochamada com meu pai, eu fiquei eufórica e ansiosa", conta.

Conforme o HGF, a iniciativa irá realizar duas videochamadas por semana entre pacientes acordados e conscientes no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Para Fernanda, a ligação conseguiu "diminuir a angústia da ausência e ver a melhora dele", conta. 

O momento refletiu em "nítida melhora" no quadro de Alfredo. Segundo Caroline Lindolfo, assistente social que o acompanha, "ele ficou muito agradecido e mais tranquilo. Naquele momento ele percebeu que não está sozinho e se sentiu importante". O idoso chegou a comentar que "minha filha (dele) não me esqueceu". 



Projeto "Coração" 

O "Coração" foi idealizado no início da pandemia do novo coronavírus. No começo, a família enviada vídeos para um e-mail criado especificamente para a comunicação com parentes internados. "Nós exibíamos esses vídeos tanto para os pacientes que estavam acordados quanto para os que estavam sedados. Era uma forma de mostrar aos pacientes que as famílias não abandonaram eles. Agora, a ação foi ampliada para realização de videochamadas", explica Caroline Lindolfo, assistente social do CTI. 

O setor de tecnologia pensou em uma maneira funcional e de fácil higienização. Um tablet é fixado em um suporte de soro e levado próximo ao paciente. Além da nova modalidade de comunicação, boletins médicos continuam sendo repassados aos familiares por meio de ligação telefônica.                (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.