Header Ads

Cearense recordista no atletismo morre aos 70 anos por Covid-19

José Baltar (à esquerda) estabeleceu o recorde do troféu Brasil Master para distância em 1990, que se mantém até hoje
O atletismo cearense perdeu um de seus ídolos na última segunda-feira (8). José Baltar Cavalcante de Mattos faleceu aos 70 anos por complicações da Covid-19 no Rio de Janeiro, onde foi sepultado nesta terça-feira (9). 

Natural de Sobral, saiu do Ceará aos 18 anos para morar na capital carioca, onde fez grande carreira nas corridas de rua. Em 1990, aos 42 anos, estabeleceu recorde mantido até hoje no Troféu Brasil Master, na categoria 1,500 metros (faixa dos 40 anos). 

Antes, foi vice-campeão brasileiro dos 1,500m, vencendo na chegada o campeão Pan Americano Agberto Guimarães. Em 1983, bateu o recorde brasileiro da Milha no Rio de Janeiro. No ano seguinte, na seletiva Brasileira para os Jogos Olímpicos De Los Angeles, ficou em terceiro lugar. 

A Federação Cearense Atletismo prepara uma nota de pesar para ser publicada em homenagem ao ex-atleta.                         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.