Header Ads

Fortaleza tem tendência de redução no número de internações, aponta Secretaria Municipal da Saúde

Unidade de Pronto Atendimento em Fortaleza. FOTO: Arnaldo Araújo
O número médio de pacientes com necessidade de internação atendidos nas unidades de saúde da Prefeitura de Fortaleza apresenta tendência de redução, segundo dados divulgados pelo boletim da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), nesta quarta-feira (3). 

Roberto Cláudio, prefeito da Capital, comemorou o resultado das análises em uma live nas redes sociais na noite desta quarta (3). Ele alertou para a importância das medidas de isolamento social e proteção individual e a necessidade de continuarem sendo seguidas. 

A média de pessoas que precisaram de leitos em enfermarias e nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) na 20ª semana epidemiológica, de 10 a 16 de maio, foi de 112,7 pacientes. O número reduziu nas semanas seguintes. Na 21ª semana foi de 85,4 e na seguinte, 48 pessoas/dia internadas. 

"Há muita coerência e consistência numa tendência cada vez mais estável de redução da gravidade da pandemia aqui na cidade de Fortaleza. Alguns indicadores que se completam e que de fato vão esse cenário de melhoria nas perspectivas nesse enfrentamento na cidade em relação à pandemia do Covid-19", disse o prefeito. 

Bairros críticos em Fortaleza 
A área do Grande Bom Jardim, Regional V, apresenta um elevado crescimento no número de mortes, segundo o boletim da SMS. A região de divisa dos Bairros Papicu/ Cidade 2000/Cocó e Centro/Jacarecanga, têm passado por um significado incremento de mortes. 

O Bairro de Lourdes é o único sem nenhum registro de mortes pela doença em Fortaleza. 

Coronavírus no Ceará 
O Ceará tem 57.994 casos positivos de Covid-19 e 3.666 óbitos, segundo dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde. A atualização foi às 22h50 desta quarta-feira (3). Nesta segunda-feira (1º) o Estado ultrapassou os 50 mil diagnósticos positivos da doença. 

Fortaleza tem pouco menos da metade de todos os casos do estado, com 24.104. Na capital já foram registradas 2.084 pessoas que não resistiram à enfermidade.                       (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.