Header Ads

Homicídios no Ceará aumentam 103,9% no último mês de maio


As estatísticas dos Crimes Violentos Letais e Intencionais no Ceará (CVLIs) no Estado do Ceará em 2020 permanecem maiores quando comparadas aos números de 2019. No último mês de maio deste ano foram 365 CVLIs, que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, enquanto que em igual período de 2019 foram 179 mortes. O comparativo mostra um aumento de 103,9% nestas ocorrências. Já são 1.887 assassinatos no Estado nos cinco primeiros meses neste ano. 

Conforme dados consolidados disponibilizados nessa sexta-feira (12) pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), maior parte dos CVLIs aconteceu aos fins de semana de maio. O levantamento apontou que 22,9% dos assassinatos foram aos sábados e 15,9% aos domingos. O turno com mais ocorrências é o noturno, das 18h às 23h59. 

Dos CVLIs no último mês, 129 foram em Fortaleza. Ou seja, 35% das mortes em todo o Ceará ocorreram na Capital. Em todo o Estado foram registrados dois feminicídios, sendo um em Fortaleza, com a vítima identificada como Antonia Marta de Menezes Pereira, de 50 anos, e o outro em Juazeiro do Norte, que vitimou Cícera Amaroto da Silva Velozo, 38. 

Antonia Marta foi assassinada pelo ex-namorado, no bairro João XXIII. A vítima estava dentro de casa, quando o suspeito invadiu o imóvel e efetuou disparos contra ela. A SSPDS informou que o atirador foi identificado como Raimundo Amilton Vieira, 59. Ele cometeu suicídio minutos depois da morte de Marta. No local foi apreendida uma pistola calibre 22. 

Ainda sobre mortes, a SSPDS contabilizou que em maio deste ano morreram 18 pessoas em decorrência de intervenções policiais. Somados aos outros meses de janeiro (8), fevereiro (7), março (10) e abril (35), em 2020 já foram 78 casos deste tipo de ocorrência. A Pasta destaca que as mortes decorrentes de intervenção policial não são consideradas como intencionais, pois possuem excludente de ilicitude. 

Apreensões 
Os indicadores também dão conta do que foi apreendido no último mês. No Ceará, agentes ligados à Secretaria da Segurança Pública apreenderam 424 quilos de drogas e 486 armas de fogo. A maior parte de entorpecentes recolhidos pelas autoridades são os derivados da Cannabis, como a maconha. Ao todo, em 2020, foram apreendidos 974 quilos de drogas e 2.257 armas.                        (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.