Header Ads

IRPF: 34% dos contribuintes cearenses ainda não enviaram a declaração


Mais de 200 mil cearenses ainda não declararam o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) neste ano, segundo dados da Receita Federal. O total corresponde a cerca de 34% das declarações esperadas pelo Fisco, que neste ano, estima receber 650 mil declarações. 

Até a manhã desta quarta-feira (17), a Receita recebeu 428 mil declarações, o que corresponde a 65,8% do total aguardado.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o prazo final para a entrega foi postergado até o dia 30 de junho. Caso o contribuinte não realize o envio dos dados até a data prevista, a multa mínima é de R$ 165,74, podendo chegar a 20% do imposto devido. 

Vale ressaltar, que a declaração é de caráter obrigatório para as pessoas que: residem no Brasil e em 2019 tiveram rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70,  tiveram patrimônio em 31 de dezembro de 2019 em valor acima de R$300.000,00, que em 2019 realizaram aplicações na bolsa de valores ou apuraram ganho de capital relativo a venda de imóveis. 

Restituição 
Devido a pandemia, a Receita Federal alterou a data de pagamento do Imposto de Renda. A partir de maio deste ano, os lotes passaram a ser pagos no último dia útil do mês. Por esse motivo, o pagamento das restituições estão sendo efetuados antes do prazo final de entrega das declarações. 

O primeiro lote foi pago no último dia 29 de maio, destinado para o grupo de prioridades, como idosos, portadores de deficiência e doenças graves. O pagamento do segundo lote está previsto para o dia 30 de junho.                         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.