Header Ads

Taxa de incidência de casos da Covid-19 no Cariri é superior à média estadual


Cidades do interior do Ceará vêm adotando medidas mais rígidas de isolamento social devido a interiorização da pandemia. Neste contexto, um total de 55 municípios, a maioria fora da Grande Fortaleza, têm média de incidência da Covid-19 superior à do Estado - de 1.046,97 casos por 100 mil habitantes. 

O índice mostra o número de casos confirmados da doença, seguindo critérios laboratoriais ou clínicos, para cada grupo de 100 mil cearenses. A taxa de mortalidade no Estado é de 62,08 casos por 100 mil habitantes. As informações foram obtidas na Plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, consultada às 12h03 desta segunda-feira (22). 

Das 55 cidades com maior incidência, 11 possuem, ainda, um índice de mortalidade por grupo de 100 mil cearenses superior à média estadual. 

Sobral, polo da Região Norte e Município do interior com mais casos da Covid-19, apresenta a 5ª maior incidência (2.541,19) entre os 184 municípios cearenses, ficando atrás, apenas, de São Gonçalo do Amarante (3.133,39); Senador Sá (2.755,53); Itarema (2.695); e Barroquinha (2.663,88). Por conta da situação, o Município teve prorrogado o decreto que determina o ‘lockdown’ na cidade. Segundo o IntegraSUS, já são mais de 5.100 casos confirmados e 200 óbitos em decorrência da doença no território municipal. 

A plataforma aponta ainda que o Ceará tem 59.138 casos suspeitos, em investigação. Já foram realizados 225.787 testes para detectar o novo coronavírus em todo o estado. Ao todo, 71.251 pessoas já se recuperaram da doença no Ceará. 

Preocupação 
No último sábado, o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, visitou quatro hospitais do Município para acompanhar as ações de enfrentamento à pandemia. Na ocasião, o titular ressaltou que o objetivo da visita foi ver como estão as estruturas das unidades de saúde, principalmente dos hospitais regionais, referências para casos de alta complexidade. A secretária de Saúde de Sobral, Regina Célia, que esteve presente, pontuou, por sua vez, o esforço em realizar transferências de pacientes de Sobral para Fortaleza e outros municípios. 

A macrorregião de Sobral como um todo, que abrange 55 municípios, apresenta situação preocupante. A área de saúde registra a maior incidência da doença no interior do Estado. A média é de 1.212,29 casos para cada 100 mil habitantes; além de uma taxa de letalidade de 3,08 (que mede a gravidade da doença). 

Além disso, a taxa de transmissão da doença (0,93) ainda é considerada “média”, maior que a observada na Capital, de 0,83. O número mostra a quantidade de pessoas que podem ser infectadas por um único indivíduo com o vírus. 

Cariri 
A taxa de transmissão no Cariri é, segundo o IntegraSUS, a maior do Ceará. Considerada de “alta transmissão”, a média chega a 1,02, o que aponta para uma maior circulação do vírus. Nesta segunda-feira (22), passou a vigorar, em Juazeiro do Norte, decreto que determina o ‘lockdown’ na cidade, assim como acontece em Sobral. 

Neste cenário, as cidades com piores resultados são Altaneira (onde 1 pessoa transmite o vírus para outras 3) e Tarrafas (2,59), na Coordenadoria Regional de Saúde (CRES) de Crato.

Veja outras informações da plataforma: A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 70,87%; A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 49,39%; A letalidade da doença, que indica a proporção de mortes em relação ao total de casos é de 6%.              (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.