Header Ads

Vereadores fazem apelo para que cratenses não acendam fogueiras


O mês dedicado às festas juninas é também um período onde as unidades hospitalares registram o aumento de atendimentos relacionados a doenças respiratórias. Crianças e idosos com histórico de alergias são os mais prejudicados pela fumaça das fogueiras e dos fogos de artifícios, muito usados nessa época do ano. No Crato, durante a sessão da Câmara Municipal, que aconteceu por videoconferência na última segunda-feira (15), o vereador Amadeu de Freitas (PT) levantou a discussão sobre o tema e sugeriu que a Prefeitura não incentive – ou mesmo proíba – o uso de fogueiras e de artefatos juninos este ano, por causa da pandemia da covid-19. 

O líder do prefeito na Casa, Dr. Renan Almeida (PATRIOTA) reforçou a solicitação de Amadeu de Freitas e fez um apelo para que a população não acenda fogueiras. A doença, que tem como principais sintomas a febre, tosse e o desconforto respiratório,  já matou quase 48 mil pessoas no Brasil. O Crato registrou seis óbitos causados pela covid-19 e 302 casos, conforme divulgou o boletim epidemiológico desta quinta-feira (18), da Secretaria de Saúde do Município. 

A exemplo de todas as mudanças no cotidiano da população mundial nos últimos três meses, profissionais da Saúde recomendam a adaptação também em relação aos festejos juninos, para evitar que a fumaça das fogueiras e dos fogos de artifício comprometam o quadro clínico de pacientes infectados pelo coronavírus.

(Fonte: Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.