Header Ads

Camilo alerta que retomada da economia no Ceará pode ser interrompida se população não seguir recomendações

FOTO: José Wagner
O governador do Ceará, Camilo Santana, utilizou as redes sociais para fazer um apelo para que toda população cearense continue a usar máscara e a manter o distanciamento social recomendado pelos órgãos de saúde no combate à Covid-19. Segundo ele, o estado não voltou "à normalidade" e, caso os números da doença voltem a avançar, o Plano de Retomada da Economia que já segue na quarte Fase pode vir a ser interrompido, afirmou. 

Camilo disse que "a pandemia continua e não podemos relaxar nos cuidados. Temos visto aglomerações injustificáveis e casos de desrespeito ao uso de máscara na capital e no interior. Isso é muito sério! Não voltamos à normalidade. Se os números voltarem a subir, seríamos obrigados a interromper o Plano de Retomada e até retroceder em algumas decisões de abertura dos negócios, como ocorreu em outros lugares". 

Para ilustrar o avanço da doença, o chefe do executivo estadual postou trecho de uma matéria do G1, segundo a qual o estado de São Paulo voltou a registrar alta na média móvel de novos casos por dia, com crescimento de 33% em 14 dias. Assim como o Ceará, São Paulo também iniciou o processo de flexibilização do isolamento social. 

"Para que isso não aconteça, é fundamental que todos colaborem", ressaltou Camilo, enfatizando ainda a importância do trabalho de fiscalização nas cidades. "Importante também que haja ações efetivas de fiscalização nos municípios. Mas, o principal é que haja consciência de cada um. Esse enfrentamento à pandemia é responsabilidade de todos nós. Estamos conseguindo vencer, mas a luta ainda não terminou. Faço um apelo ao bom senso de todos os cearenses", finalizou. 

Fortaleza segue na Fase 4 com novas autorizações 
A partir desta segunda-feira (27), Fortaleza deve seguir na Fase 4 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas. Com o novo decreto estadual sobre a flexibilização da economia no Ceará, publicado na noite deste sábado (25) no Diário Oficial do Estado, passa a ser autorizado o funcionamento de academias de ginástica, com 30% da capacidade e seguindo todos os protocolos sanitários, a partir do dia 27/7. 

Além disso, o Governo do Estado decidiu ampliar o horário de funcionamento das barracas de praia até às 23h. No entanto, bares, escolas, universidades e eventos seguem impedidos de funcionar na Capital.

O novo decreto ainda estabelece que não há municípios em situação de lockdown, isolamento social rígido no estado. 

As cidades da região Cariri, onde o número de novos casos mais cresce no estado, estão em "fase de transição", quando são permitidas parte das atividades econômicas, com restrição de horários e seguindo um protocolo de segurança sanitária. 

No auge da pandemia de coronavírus, em março, um lockdown foi determinado em todo o estado. Apenas atividades econômicas consideradas essenciais, como farmácias e supermercados, estiveram liberadas. 

Fortaleza é a cidade mais avançada no processo de reabertura da economia, mas as escolas continuam sem aulas presenciais; as academias de ginásticas vão voltar a atender a partir de segunda-feira (27), com 30% do público, e os templos religiosos podem receber até 50% da capacidade. 

Veja a situação nas demais cidades do estado: 
Municípios da Macrorregião de Fortaleza estão Fase 3, que permite funcionamento de restaurantes, com horário reduzido; Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe seguem na 1ª semana da Fase 2; Macrorregião Norte segue para a 2ª semana da Fase 1, onde é autorizado o funcionamento de atividades essenciais e restaurantes, com restrições; Macrorregião do Cariri permanece na Fase de Transição da Economia, por conta dos indicadores ainda em alerta.                     (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.