Header Ads

Com possibilidade de ter atingido pico, CDL está otimista para reabrir comércio de Juazeiro em agosto

FOTO: Normando Sóracles
Há quase 40 dias em isolamento social rígido, Juazeiro do Norte observa os primeiros sinais de estabilidade da pandemia do coronavírus. Com diminuição na média de casos confirmados e óbitos, e o comércio dá sinais de otimismo para retomada da fase de transição econômica em agosto.

A presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Zenilda Sena, diz que a reabertura está “diretamente ligada” ao comportamento da Covid-19 na cidade. “Nosso canal com a Gestão Municipal é constante e estamos otimistas para avançar de fase agora em agosto”, declarou. 

Entenda o que aconteceu 
Em 21 de junho, Juazeiro seguiu uma nova determinação do Governo do Estado e decretou isolamento, suspendendo a fase de transição econômica. Na data, o município registrava 1.650 casos confirmados de Covid-19 e 59 óbitos pela doença. 

De lá para cá, Juazeiro do Norte ampliou as testagens para o vírus, inaugurou e fortaleceu os equipamentos de saúde, treinou profissionais para procurar e monitorar novos pacientes e, em parceria com a CDL, cadastrou 141 lojas na campanha Loja+Segura. 

Essa campanha é desenvolvida pela Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo (Abiesv) em território nacional e orienta como as empresas devem se adaptar a esse período, indicando medidas de prevenção a serem seguidas de acordo com as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Cenário epidemiológico atual 
Atualmente, Juazeiro do Norte registra 10.366 casos de Covid-19. Destes, 6.134 já se recuperaram, 3.920 não apresentaram sintomas graves e estão seguindo o tratamento em isolamento domiciliar, 92 estão hospitalizados e 220 não resistiram à doença. 

Desde a última quinta-feira (23) o governador Camilo Santana (PT) fala sobre a possibilidade do Cariri já ter atravessado o pico da pandemia. Essa suposição ganha força com os últimos dados divulgados pela Secretaria de Saúde (Sesau), que apontam para uma redução dos índices nos últimos 14 dias.

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.