Header Ads

Em um mês, Crato aumenta em 10 vezes os infectados e acumula 28 mortes por Covid-19

FOTO: Normando Sóracles
Neste fim de semana, o governador Camilo Santana (PT) anunciou a renovação do isolamento social rígido nas três principais cidades da região do Cariri: Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. O objetivo da medida é diminuir o ritmo de disseminação do vírus enquanto os municípios testam a população e fortalecem os equipamentos de saúde pública. 

De acordo com dados da plataforma Coronacidades, desenvolvida pela Impulso – organização não-governamental sem fins lucrativos -, o ritmo de contágio no Crato é ruim. No município, cada pessoa contaminada pelo novo coronavírus infecta, pelo menos, uma outra pessoa. 

Em um mês 
O Crato ultrapassou a marca de 2 mil casos confirmados de Covid-19 nesta segunda-feira (13). O município observa um rápido avanço nos índices da doença mesmo após a instalação de barreiras sanitárias, a implementação de multas para quem fosse flagrado nas ruas e, mais recentemente, ter barrado o retorno da circulação de ônibus e vans na cidade. 

A reportagem fez um comparativo dos números da doença entre os números registrados nos dias 13 de junho e 13 de julho. 

Em um mês, o município saltou de 197 casos confirmados de Covid-19 para 2.067. De acordo com a plataforma IntegraSUS, do Governo do Estado, o maior número de confirmações aconteceu há uma semana, em 7 de julho, quando o município registrou 91 resultados positivos. 

De 27 de março a 13 de junho deste ano, o município havia informado quatro óbitos por Covid-19. Em um mês, o número informado de pessoas que não resistiram à doença passou para 28. 

Veja o comparativo completo, extraído do site da Prefeitura do Crato:



(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.