Header Ads

Juazeiro do Norte e Iguatu registram redução em acidentes de trânsito

FOTO: ANTONIO RODRIGUES
Um acidente de trânsito ocorrido na Avenida Padre Cícero – trecho urbano da CE -292 entre as cidades de Crato e Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, em que um carro capotou, por volta de meio-dia, despertou a atenção de curiosos e de autoridades do trânsito. 

Na via, era comum a ocorrência de acidentes de trânsito, praticamente, diários, mas no primeiro semestre deste ano, houve uma redução de números de desastres envolvendo veículos – carros e motos - nas ruas de Juazeiro do Norte acima de 40%. 

Acidentes na principal via que interliga as duas maiores cidades do cariri cearense tornaram-se raros nos últimos três meses. O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Juazeiro do Norte explica que o fato se deve ao trabalho de fiscalização mais intenso com barreiras de fiscalização entre abril e junho passado em decorrência da pandemia do novo coronavírus. 

Esse fenômeno não é apenas exclusivo de Juazeiro do Norte. A pandemia do novo coronavírus atual e a instalação de barreiras com fiscalização de trânsito contribuíram para queda no número de acidentes de trânsito no interior cearense. 

Em Juazeiro do Norte, cidade polo do Cariri cearense, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) aponta redução de 43% no número de acidentes urbanos verificados entre janeiro e junho de 2020 em comparação com igual período de 2019. 

No primeiro semestre de 2019, foram registrados 279 acidentes e em igual período deste ano, foram 158. Ainda segundo o Demutran, em Juazeiro do Norte, após a implantação de medidas de isolamento mais rígidas (lockdown), a queda chegou a 50%. 

A estatística do órgão municipal de trânsito aponta que em março foram observados 42 acidentes, em abril 20, em junho 21 e julho 20, totalizando 103 ocorrências. No mesmo período de 2019, foram 144. 

Em Iguatu, no Centro-Sul cearense, o secretário de Trânsito e Cidadania, Antônio Filho, também observa queda no número de acidentes. “Por causa da pandemia, das medidas de lockdown as ruas ficaram mais vazias e os carros e motos circularam em menor quantidade”, pontuou. “Avalio que as barreiras sanitárias com fiscalização contribuíram para a diminuição dos casos de desastres”. 

O Demutran de Iguatu informou que houve 14 acidentes no trimestre de abril a junho, deste ano, tanto na zona urbana, quanto rural. No mesmo período de 2019, foram verificados, 32. Ocorreu uma redução de 43,75%. 

Contramão 
Já na cidade de Várzea Alegre, o diretor do Demutran, Evandro Feitosa, observa que a quantidade de acidentes de trânsito está na contramão da maioria das cidades. “Aqui houve um aumento, pois os agentes ficaram mais dispersos, divididos nas barreiras sanitárias das rodovias, e a fiscalização reduziu nas ruas da cidade”, observou. “Os jovens passaram a beber mais, participar de festinhas nos sítios e por isso têm ocorrido mais acidentes”. 

Feitosa lembrou que em apenas um dia houve cinco acidentes com duas mortes em estradas da zona rural. “Vamos fechar as estatísticas, mas pela experiência observamos que houve aumento no número de desastres”, pontuou. “Estamos aguardando dados do hospital local”.                                 (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.