Header Ads

Números de Covid-19 em Fortaleza estão 'melhorando' e 'preocupação' é com o Cariri, diz Camilo Santana


O governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou nesta quinta-feira (2) que os números da Covid-19 continuam "melhorando" Fortaleza. Segundo ele, a preocupação maior neste momento é com a região do Cariri, onde o número de casos novos seguem crescendo. 

"Os números continuam melhorando em Fortaleza e na macro-região da capital. Passa a estabilizar em Sobral e na região norte. A região Centro-Sul, Jaguaribe e litoral leste continuam estáveis. A preocupação é o Cariri onde continua crescendo (a doença). Ainda não chegou ao pico e os municípios estão em isolamento rígido e com controle maior", disse ele, durante transmissão ao vivo nas redes sociais. 

De acordo com Santana, nessa semana chegaram mais 300 respiradores para ampliação dos leitos no Ceará. "Só o Hospital Regional do Cariri serão 49 leitos. São mais 79 leitos de UTI só na região sul para termos atendimento dos casos mais graves". 

O governador destacou ainda que na próxima semana será realizada a segunda etapa da pesquisa de soroprevalência em Fortaleza. "Terça que vem vamos iniciar a segunda fase da pesquisa. Agora vamos fazer o teste viral. Nessa segunda fase são mais 3,3 mil amostras em Fortaleza. A pesquisa é um indicador importante para a tomada de decisão." 

O estado tem atualmente mais de 90 mil pacientes recuperados da covid-19 e mais de 6 mil óbitos. "São mais de 300 mil testes feitos. O Ceará é um dos estados que mais testa no país. A Fiocruz, no Eusébio, vai fazer 30 mil testes por dia. E amanhã estará chegando mais uma remessa de EPIs para o Ceará".

São 116.519 casos de Covid-19 registrados no Ceará até as 16h47 desta quinta-feira (2). Foram contabilizadas também 6.307 mortes, conforme a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa). 

A marca de 6 mil óbitos foi ultrapassada nesta segunda-feira (29). 90.085 pessoas já se recuperaram da Covid-19 no Ceará. O IntegraSUS aponta que a letalidade da doença, proporção entre as taxas de casos e óbitos, está em 5,4%. 

Fortaleza ainda é a cidade com maior número de casos no Estado, com 35.899 infectados pela doença e 3.334 óbitos. Em seguida, aparecem Sobral (6.978), na Região Norte, Caucaia (3.778) e Maracanaú (3.749), na Região Metropolitana. 

As cidades de Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Tianguá, Crato, Barbalha e Brejo Santo estão em lockdown por decreto estadual, medida para combater a disseminação do vírus. 

Há 66.284 casos suspeitos no Estado, ainda em investigação. Já foram realizados 290.892 exames para detectar o Sars-CoV-2 em todo o Ceará.

Veja outras informações da plataforma: 
A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 75,76%; A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 47,29%. 

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente. 

Desde 1º de junho, o estado começou a implementar o plano gradual de retomada das atividades não essenciais suspensas desde 20 de março para conter a escalada da Covid-19. Os municípios do Ceará estão em diferentes estágios em relação ao plano conforme a gravidade do cenário da doença: 

Veja como ficam as fases por cidade/região: 
Fortaleza segue na fase 2 como previsto; Região Metropolitana de Fortaleza continua na primeira fase; Demais regiões seguem na fase de transição; Cidades que ficam em lockdown: Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Tianguá.                  (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.