Header Ads

Patativa do Assaré recebe homenagem pelo Dia do Escritor em evento virtual; confira programação

FOTO: Fernando Travessoni
A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) vai celebrar o Dia do Escritor - comemorado no último dia 25/07 - com uma homenagem à literatura popular do cearense Antônio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré. A instituição realiza um evento virtual nesta quarta-feira (29), às 16h,  para comemorar a data. A celebração, direcionada para o público adulto e infantil, será transmitida no canal do Youtube da Fundaj.

A programação do evento tem início com uma Oficina de Cordel para Crianças, às 16h10, orientada pela cordelista e contadora de histórias, Susana Morais, e pelo cantor e compositor, Publius. Em seguida, às 17h10, o público pode conferir um bate-papo sobre Patativa do Assaré com o cearense Gilmar de Carvalho, escritor e autor da obra “Patativa do Assaré: uma biografia” (2000), que traz o tema “A importância de Patativa do Assaré para Literatura Brasileira”.

“O que escreveu [Patativa] mantém um frescor, que não é próprio do modismo, da poesia feita de qualquer maneira. Ele sabia o que estava fazendo", afirma Gilmar. Em março, o pesquisador lançou o paradidático "O melhor de Patativa do Assaré", em parceria com o estado do Ceará. 

“Fiz o livro em voluntariado. Quero que Patativa seja lido por alunos de escolas públicas. Ainda tenho o projeto de fazer um almanaque, com o Patativa para jovens, descontraído, mais engraçado e acessível. Quanto mais leio, mais tenho vontade de ler. [Ele] provoca um encantamento, uma tomada de consciência. É uma poesia extremamente enraizada nos problemas sociais, nas desigualdades e complicações da vida do homem do campo, na reforma agrária”, completa Gilmar. 

Ainda integrando a programação do bate-papo, o professor e diretor da Universidade Patativa do Assaré, Francisco Palácio, aborda a temática “História de Patativa entre os educadores e o seu acervo literário”. A homenagem ao poeta cearense segue com palestras sobre literatura popular, que começam às 18h20, com Felipe Araújo, presidente da Associação Pelo Cordel em Pernambuco (Acordel), e Altair Leal, poeta e cordelista. 

Homenagem à trajetória 
O escritor e presidente da Fundaj, Antônio Campos, lembrou a contribuição de seu tio, José Arraes Araripe, por financiar o primeiro livro de Patativa, garantindo a felicidade dos admiradores do autor. “Que injusto seria um mundo órfão dos versos de Patativa do Assaré. Esse poeta tido popular, mas que levantou questões tão pertinentes e urgentes ao seu lugar e à sua gente. Tenho orgulho de recordar a contribuição do meu tio, José Arraes de Alencar, que ao ouvi-lo na Rádio Araripe, na cidade do Crato, tomou para si o dever de financiar seu primeiro livro”, disse o presidente. 

Patativa do Assaré, famoso por seu circuito oral, começou a fazer verso aos oito anos, mas só estreou no mercado editorial com a obra “Inspiração Nordestina”, em 1956. O poeta usava de seu dom declamatório para vender o livro em espaços públicos, como a Feira do Crato, e nos programas de rádio que participava. Com a excelente saída dos livros, Antônio Gonçalves pagou o financiamento realizado por José Arraes, segundo Gilmar de Carvalho, autor da biografia Patativa do Assaré (Demócrito Rocha, 2000), que acompanhou Patativa do Assaré de 1996 até 2002, quando o poeta faleceu. 

Apesar da perda parcial da visão, aos quatro anos, sequela do sarampo, Patativa fez seus versos viajarem além das limites do Ceará por meio de vários redatores, que tornaram a antologia do poeta permeada de variações linguísticas. 

“Nasci com o privilégio de entender tudo que um escritor escrevesse ali. Contando a história, por mais intrincada que fosse, caia logo na minha mente e sabia o que ele tava dizendo. Era lendo, a curiosidade de saber o que era a minha terra, a minha gente, que pude obter um vocabulário com o qual posso dizer o que quero”, conta o poeta, no documentário Patativa do Assaré: ave poesia (Rosemberg Cariry, 2007). 

Serviço 
Dia do Escritor Fundaj — Literatura Popular
Homenagem a Patativa do Assaré
Data: Quarta-feira (29)
Horário: 16h às 20h
Transmissão via Youtube
Programação completa 16h às 16h10 — Abertura 16h10 às 17h10 — Oficina de Cordel para Crianças 17h10 às 18h20 — Bate papo sobre Patativa do Assaré

A importância e Patativa do Assaré para a Literatura Brasileira, com o Prof. Dr. Gilmar de Carvalho (UFC)

Histórias de Patativa entre os educadores e o seu acervo literário, com Prof. Francisco Palácio, Diretor da Universidade Patativa do Assaré

18h20 às 19h50 — Conversa sobre a Literatura Popular
19h50 — Encerramento                            (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.