Header Ads

PT escolhe Luizianne Lins como pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza


Em encontro da executiva municipal do partido neste domingo, 5, o PT escolheu a deputada federal Luizianne Lins como pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza. O nome da parlamentar foi acolhido por todas as correntes da legenda. 

A decisão ainda precisa ser submetida à chancela da executiva nacional, que deve endossar a postulação. 

A opção pela deputada federal como representante praticamente liquida qualquer possibilidade de arranjo entre o PT de Lula e o PDT de Ciro ainda no primeiro turno das eleições na capital cearense, como pretendia o governador Camilo Santana (PT). 

O chefe do Executivo estadual chegou a exonerar o ex-deputado Nelson Martins e então secretário de Relações Institucionais do Governo, Nelson Martins (PT). O gesto foi interpretado como aceno de Camilo a uma composição entre PT e PDT. 

Ex-prefeita da capital cearense por dois mandatos, Luizianne concorrerá ao Paço pela quarta vez. A última foi em 2016. 

Em meio ao processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a petista não chegou ao segundo turno, disputado entre o candidato à reeleição Roberto Cláudio (PDT) e o então deputado estadual Capitão Wagner (Pros). 

Deputado federal, José Guimarães (PT) informa que, após definir a sua pré-candidatura, a sigla abrirá rodada de diálogos com outras forças de esquerda para fazer frente aos concorrentes alinhados ao presidente Jair Bolsonaro na corrida eleitoral. 

Essa conversa, cita Guimarães, inclui o governador Camilo Santana (PT), que defende uma costura ampla entre PT, PDT, PSB e outras legendas da base que lhe dá sustentação. 

Pré-candidato do PT em Caucaia, o deputado estadual Elmano de Freitas prega “unidade” no Ceará. 

Segundo ele, Luizianne é o melhor nome para disputar a Prefeitura, “constituindo um polo de esquerda na cidade contra o fascismo”. 

Participaram do encontro do PT o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e a deputada federal e a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann.                         (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.