Header Ads

Sindicato denuncia falta e uso inadequado de EPIs e demissão irregular de funcionária do Hospital Regional do Cariri; HRC nega acusações


Por Redação Gazeta do Cariri

Dirigentes do Sindsaúde na região do Cariri realizaram na manhã desta segunda-feira (06), uma intervenção em frente ao Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte. "O objetivo foi chamar a atenção da população para a perseguição que vem sendo sofrida por trabalhadores da saúde do nível médio desta unidade de saúde", informou o sindicato. No último dia 29, uma técnica de enfermagem, que trabalhou por sete anos na unidade hospitalar, foi demitida em meio à pandemia do novo Coronavírus.  

A trabalhadora vinha cobrando em grupos de aplicativos de mensagens os equipamentos de proteção adequados e em quantidade suficiente para a realização dos atendimentos de forma mais segura. Depois que as denúncias ganharam repercussão, através do Sindsaúde Ceará, a profissional conta que aumentou a pressão contra as equipes de enfermagem. Como os trabalhadores desta unidade de saúde ingressaram por seleção pública, eles não contam com a estabilidade dos servidores públicos.

O Sindsaúde comunicou que está ingressando com ação pedindo indenização por considerar a demissão discriminatória. Desde que se intensificou o combate ao novo Coronavírus no Ceará, o sindicato tem encaminhado várias denúncias ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

No caso do Hospital Regional do Cariri, foram várias denúncias, desde a falta de testagem entre profissionais até a falta e uso inadequado de EPIs. Os profissionais estariam sendo obrigados a usar a mesma máscara, N95, por um período de até um mês. Além disso, por conta da falta de capotes descartáveis, técnicos e auxiliares estavam usando capas plásticas quentes e desconfortáveis, que, além de machucar a pele, estariam causando desidratação em profissionais durante procedimentos que exigem mais esforço em contato com os pacientes contaminados ou com suspeita de Covid-19. 

Em resposta, o MPT recomendou ao hospital que apresentasse um Plano de Contenção para redução da exposição dos trabalhadores a situações de risco. Entre as medidas a serem adotadas, estavam a realização de testes em pacientes e trabalhadores. O hospital teria que comprovar o cumprimento da NR 06, com o fornecimento de equipamentos de segurança individual adequados e suficientes aos profissionais de saúde em exercício no HRC, atendendo Nota Técnica do COFEN.

O Hospital Regional do Cariri emitiu a seguinte nota: 

O Hospital Regional do Cariri (HRC) informa que tem compromisso com a valorização profissional e a segurança dos seus trabalhadores. O HRC ressalta que assegura equipamentos de proteção individual (EPIs) de qualidade para toda a equipe, além de treinamentos para uso correto, paramentação e desparamentação; cuidados com higienização/ prevenção e realização de testes. O Hospital esclarece que preza pela integridade e os direitos de seus trabalhadores, pacientes e acompanhantes.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.