Header Ads

Ambulante que teve carrinho derrubado por PM é preso por tentativa de homicídio, diz secretário


O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou em uma rede social que o ambulante João Vitor Silva Moreira, de 20 anos, que teve o seu carrinho de venda de frutas derrubado por um policial militar, foi preso nesta sexta-feira (28). 

Segundo o secretário, o mandado de prisão do vendedor ambulante foi por uma tentativa de homicídio em dezembro de 2019, na cidade de Fortaleza. Conforme o titular da SSPDS, ele foi denunciado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). 

Na mesma publicação, o secretário afirma que João Vitor tinha um mandado de apreensão prescrito por homicídio em 2017. Na ocasião, de acordo com André Costa, ele é suspeito de ter envolvimento direto com um corpo que foi carbonizado em um trilho em junho daquele ano. 

Em nota, a SSPDS informou que o vendedor foi preso por uma equipe da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), a qual deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra ele, expedido em abril deste ano. João Vitor foi detido na casa de parentes, no bairro Aerolândia "e foi conduzido para o Complexo de Delegacias Especializadas (Code)". 

Segundo a Secretaria, o caso ocorreu no bairro Vila Velha. Segundo a Pasta, "ele é o terceiro preso do total de quatro pessoas, que foram indiciadas por participar da tentativa de homicídio contra um homem, no dia 11 de dezembro de 2019, em uma loja de som automotivo". 

Conforme a Secretaria, a vítima, na ocasião, foi atingida por disparos de arma de fogo. "Em seguida, ele foi conduzido em estado grave para uma unidade de saúde na Capital, mas sobreviveu aos ferimentos. Os suspeitos foram indiciados por tentativa de homicídio e por integrar organização criminosa", completa o órgão.

O vídeo em que o carrinho de João Vitor é derrubado por um policial militar se popularizou nas redes sociais nessa quinta-feira (27). O caso ocorreu na manhã desta quinta-feira (27), na Lagoa do Urubu, no Bairro Floresta, em Fortaleza. 

Após a divulgação das imagens, a SSPDS publicou nota informando que dois PMs foram afastados das suas funções em razão do caso. Nas imagens gravadas por uma testemunha, é possível ver o policial chutando e jogando no chão as frutas que estavam no carrinho do vendedor ambulante. A Secretaria não explicou a situação anterior ao vídeo que motivou a ação do policial.

Também é possível ouvir o vendedor ambulante pedindo que o policial não derrube as mercadorias. “O senhor não pode fazer isso comigo não. O senhor está me prejudicando", grita o ambulante enquanto o policial joga as frutas no chão.              (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.