Header Ads

Artistas cantam músicas ao vivo e alegram pacientes do Hospital Regional do Cariri; veja vídeo


O Hospital Regional do Cariri (HRC), em Juazeiro do Norte, teve uma manhã diferente nesta quarta-feira (26). A unidade recebeu os artistas Chumbo Sim Sinhô e Karynna Ferreira, que trouxeram os sons da sanfona e do violão para homenagear os profissionais da saúde e alegrar os pacientes internados na Unidade de Cuidados Especiais e Unidade de AVC. A iniciativa voluntária partiu dos dois. 

A apresentação musical emocionou quem estava no local, onde são tratadas pessoas que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC). Lá, são recebidos 10 pacientes. 

Maria Aparecida dos Santos, que acompanha a recuperação de sua mãe, Maria Josefa dos Santos, diz ter se emocionado. 

“Quando eles cantaram a música de Nossa Senhora e mãe acompanhou foi emocionante. Nunca pensei em passar um momento tão bonito como o que passei aqui hoje”, completou. 




Referência para uma população de 1,5 milhão de habitantes em 45 municípios, o HRC recebe pacientes de alta complexidade, com casos graves e doenças ameaçadoras à vida. Diante deste ambiente, a médica geriatra, Carmem Brito, ressalta a importância de momentos como estes. “Esse ambiente, muitas vezes, desgasta não só o corpo físico, mas o equilíbrio emocional, que fica muito comprometido”, descreve.

Ao receber a visita, ela classificou como uma manhã de “alegria” e “leveza”. “Nos reabastece de forças para continuar. A música é uma ferramenta que sempre desperta muitos sentimentos bons e que traz a esperança de dias melhores, de esperança. Minha equipe está muito grata por esse enorme presente recebido na manhã de hoje. Essa fase vai passar e não deixaremos, jamais, que qualquer fase ruim congele nossos corações, nossa empatia e vontade de ajudar ao próximo”, completou a médica. 

O interesse dos artistas surgiu em homenagear os profissionais do hospital, em forma de música, após a luta que têm travado durante a pandemia da Covid-19. 

“Foi um momento único. A gente se emocionou com a reação dos pacientes, mesmo acamados, fizeram questão que eles entrassem no leito para cantar juntos”, descreveu Karynna. “Saio ainda mais motivado. Na verdade, o presente foi para nós”, completou Chumbo.                             (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.