Header Ads

Cariri avança na próxima segunda-feira (17) para a Fase 2 do Plano de Retomada da Economia


Por Redação Gazeta do Cariri

Após encerrar mais uma reunião com o Comitê Científico que avalia e define as medidas adotadas nos decretos estaduais relativos à pandemia, o governador Camilo Santana anunciou nesta sexta-feira (14) a atualização sobre a aplicação das etapas do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais nas macrorregiões de saúde cearenses. O novo decreto valerá a partir da próxima segunda-feira (17).

– Fortaleza e municípios da Macrorregião de Fortaleza seguem na Fase 4; 
– Macrorregiões de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe avançam para a Fase 3; 
– Macrorregião do Cariri segue para a Fase 2.

Seguindo as diretrizes da saúde, o governador informou que os setores ainda não autorizados a funcionar, continuam sendo avaliados pelas equipes, assim como seus indicadores, cenários e protocolos para a tomada de decisão. “Essa avaliação de cada setor e seu funcionamento é o mesmo hoje, assim como desde o início da pandemia, agindo sempre com critério, responsabilidade e colocando a vida em primeiro lugar. Não esqueçamos que a pandemia continua, é grave e depende de todos nós que não haja repique de casos. Evite aglomerações e use sempre máscara”, finalizou o governador. 

Participaram da reunião virtual profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e Ministério Público Estadual e Federal.

O que volta na região do Cariri após a autorização para a Fase 2 com 40% do trabalho presencial*

*exceto atividades religiosas, que retornam com 20%. 

Agências de publicidade, marketing, edição e design; 
Indústrias e serviços de apoio: organizações associativas, contabilidade, direito e serviços de apoio administrativo; 
Consultoria em Tecnologia da Informação e Comunicação, software house e assistência técnica; 
Assistência social: defesa de direitos sociais e serviços de assistência social sem alojamento; 
Restaurantes (horário comercial); 
Atividades religiosas com 20% da capacidade; 
Aluguéis de equipamentos de esporte, cultura e lazer.

Na Fase 1 já estavam autorizados a funcionar, as lojas de: Vendas de móveis; Eletrodomésticos; Roupas; Calçados; Lojas de doces; Concessionárias de veículos; Comércio de bicicletas; Livrarias; Lojas de cosméticos, entre outros. 

Com isso, essas cadeias passam a ter funcionamento pleno, com 100% do quadro de pessoal.

Vale lembrar que os municípios também podem determinar outras medidas, através de decretos municipais.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.