Header Ads

Caririense que matou marido com 80 facadas se apresenta dizendo ter reagido a agressões


A jovem Paloma Silva de Souza, natural de Granjeiro que residiu no Sítio Serrinha, se apresentou à polícia e confessou ter matado o marido Vanderlei Barbosa da Silva, de 20 anos, na madrugada do último dia da 23 de agosto. O crime aconteceu num kitnet onde o casal residia no Bairro União em Parauapebas (PA) e o cadáver apresentava cerca de 80 perfurações à faca. Antes de fugir com o filho de 4 meses, ela foi ao encontro de um primo da vítima e disse o que tinha feito. 

Na Delegacia de Polícia Civil de Parauapebas ela se fez acompanhar de uma advogada e prestou depoimento ao delegado Nelson Alves Júnior. Segundo disse, o companheiro chegou em casa embriagado e trouxe consigo umas latinhas de cervejas quando continuou bebendo. Num dado momento, conforme acrescentou, passou a xingá-la com palavras de baixo calão e chegou a esganá-la. 

Declarou ainda que Vanderlei demonstrava ciúmes ante uma mensagem que um amigo tinha enviado para o telefone da mesma. Na hora em que tentou esganá-la, Paloma disse ter conseguido se desvencilhar do mesmo e apanhou uma faca desfechando um golpe na jugular. No momento em que o marido caiu, a jovem seguiu esfaqueando-o nas costas. Ela declarou que temia pela própria vida e do filho do casal. 

Acrescentou ainda que Vanderlei já tinha passagens pela polícia por agressão e teria abusado sexualmente de Paloma ainda quando eles moravam na região do Cariri. Como livrou o flagrante e não tinha mandado judicial de prisão, Paloma vai responder o Inquérito Policial em liberdade, prometendo contribuir com as investigações. Segundo o delegado Nelson Alves, a polícia segue checando informações e pretende remeter o Inquérito em 30 dias ao poder judiciário. 

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.