Header Ads

Caso aplicativos não se adaptem, SSPDS deve criar serviço próprio de transporte no Ceará


A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deu um prazo de 60 dias para empresas de aplicativos de transporte que atuam no Ceará, como Uber e 99 Pop, para integrarem os dados às informações da secretaria. 

Em entrevista ao grupo O Povo nesta segunda (17), o titular da pasta, André Costa, avisou que, caso não sejam repassadas as informações, a SSPDS deve criar, em conjunto com os motoristas, um aplicativo próprio. O novo app usará dados, em tempo real, dos deslocamentos. O objetivo é o de evitar casos de assassinatos ou de latrocínios como o ocorrido com o motorista Alexandre Fernandes, encontrado morto no último dia 12. 

“Para que não fique apenas nesses casos de após o crime ocorrer passa investigar, o desafio hoje é conseguir dar resposta em tempo real. (…) Mas para isso, precisamos de dados”, informou o secretário, durante a entrevista. 

A sugestão que vai ser dada às empresas é o de integrar os deslocamentos realizados pelos apps ao sistema usado pela SSPDS, desenvolvido pelas universidades Federal do Ceará (UFC) e Estadual do Ceará (Uece).          (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.