Header Ads

Homens se agridem em fila de agência da Caixa por causa da venda de senhas em Juazeiro do Norte


Duas pessoas se desentenderam e causaram tumulto em uma fila da Caixa Econômica Federal, na manhã de quinta-feira (27), em Juazeiro do Norte. A briga, de acordo com testemunhas, foi por causa da comercialização de senhas na fila de espera para sacar o auxílio emergencial do Governo Federal.

Em um vídeo gravado por um cliente na área externa do banco, é possível identificar dois homens se agredindo fisicamente com socos e empurrões. Outros clientes presentes no momento, tiveram dificuldade para separá-los.

Uma testemunha que ficou na fila e presenciou o desentendimento disse que o motivo da confusão é ocasionado por causa da venda de senhas. Ainda segundo a testemunha, muitas pessoas chegam ainda no dia anterior e dormem no local para tentar atendimento. E existem outras pessoas que permanecem na fila só para comercializar as senhas por R$ 50. 

"É um descaso com a população do Juazeiro do Norte. O gerente da Caixa Econômica só entrega 80 senhas e tem gente que dorme aqui no dia anterior. As senhas são vendidas por R$ 50. Ontem [quarta-feira] vocês da reportagem mostraram que a Caixa diz que todo mundo é atendido, mas isso não é verdade", disse. 



Aumento do quantitativo de vigilantes 

A Caixa informou por meio de nota que realiza ''ações sistêmicas para melhorar o atendimento nas agências e oferecer um serviço de qualidade aos beneficiários''. Entre elas, destacamos a implementação de calendários escalonados de saque do Auxílio e do FGTS Emergencial e a abertura de agências aos sábados (700 no dia 29 de julho, 770 no dia 6 de agosto e mais 770 no último sábado - 22). 

Segundo a Caixa, no caso das agências de Juazeiro do Norte, a Caixa aumentou o quantitativo de vigilantes e recepcionistas para agilizar o atendimento, além de iniciar a triagem qualificada a partir das 6h30 da manhã e ainda conta com o apoio do Município na organização das filas e estrutura para recepcionar a população da região. 

Atendimento via aplicativo Caixa 
O órgão diz ainda que os clientes podem utilizar o aplicativo Caixa Tem, que encontra-se estável, registrando uma média de 8 milhões de acessos diários e 330 mil usuários por hora. 

Ainda segundo a Caixa, as unidades estão com fluxo de pessoas no interior limitado, para que seja possível manter a distância de no mínimo um metro entre as pessoas. 

A Caixa afirmou que vem sendo efetuada sinalização/delimitação dos pisos externos das agências, para organização de filas, de forma a garantir o devido afastamento entre as pessoas, e a triagem da fila externa das agências, para acelerar o atendimento, que foi reforçado com vigilantes e recepcionistas na organização das filas e orientação ao público. 

O banco reforçou também que não é preciso madrugar nas filas, pois todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 13h, serão atendidas. 

A Caixa orienta os beneficiários a priorizarem os serviços oferecidos no Caixa Tem para movimentação dos recursos do Auxílio Emergencial, do FGTS Emergencial e do Benefício Emergencial (BEm).                         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.