Header Ads

Mulher é morta a facadas em Barbalha pelo esposo que fugiu


Após quase quatro meses sem assassinatos em Barbalha, uma mulher foi morta na noite deste domingo (16), chegando a seis este ano ou 85,7% em relação aos sete registrados ano passado. Por volta das 20h30min deste domingo a doméstica Gizele Aparecida Benjamim da Silva, de 37 anos, foi morta a golpes de faca desfechados pelo seu companheiro José Tarciélio dos Santos, que fugiu. O crime de feminicídio aconteceu na residência do casal no Sítio Cabeceiras (Distrito de Arajara) em Barbalha e ela morreu no banheiro para onde correu tentado se refugiar. 

Este ano já são 22 mulheres assassinadas em toda a região do Cariri. A última mulher morta em Barbalha foi no dia 27 de outubro de 2017 num caso de homicídio culposo quando Dávila Chaylane Duarte, de 8 anos, faleceu num dos leitos do Hospital Santo Antonio. Ela morava no bairro Malvinas em Barbalha, onde, no dia 24 de outubro, discutiu e entrou em luta corporal com sua prima de 11 anos a qual agrediu a mesma na cabeça com um tamanco causando traumatismo craniano.

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.