Header Ads

Abandono de animais triplica e protetores ficam sobrecarregados no Cariri


A pandemia de covid-19 mudou a paisagem das ruas e encontrar animais abandonados se tornou recorrente. Os casos de abandono triplicaram em cidades como Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, segundo apontam ativistas da causa animal. Entre os fatores que contribuem para essa realidade estão o déficit econômico, a falta de informação e o isolamento social. Diante dessa realidade, os protetores de animais estão ficando sobrecarregados e solicitam o apoio da população. 

Ativista da causa animal, Gabriel Figueiredo explica que a falta de conhecimento e empatia com os animais acabam contribuindo para essa triste realidade. “Três fatores contribuíram para o abandono durante a pandemia: pensar que o animal transmite covid-19, o que não ocorre; o isolamento social que reduziu a sensibilização das pessoas, levando ao esquecimento da causa animal; e a questão financeira. Algumas pessoas ficaram sem condições de arcar com as despesas dos animais, mas nada justifica o abandono”, pontua Gabriel Figueiredo. 

Com mais animais nas ruas, aumenta o trabalho dos protetores. “Infelizmente, triplicou o abandono de cães, gatos e animais de tração. Os custos aumentaram bastante, tanto com alimentação como também com tratamento veterinário. Temos feito eventos online para angariar recursos, mas é preciso que as pessoas se sensibilizem e nos ajudem. Tem muitos animais precisando de apoio e sem ajuda fica difícil”, desabafa Mariângela Bandeira, presidente da Associação Defensora de Animais Carentes. 

Mais informações: ADAC / (88)99914-0210

(Fonte: Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.