Header Ads

Câncer de olho: Retinoblastoma tem chance de quase 100% de cura se for diagnosticado de forma precoce

FOTO: Ilustrativa
Por Redação Gazeta do Cariri

Karina é mãe de João Ananias que foi diagnosticado com retinoblastoma quando ele tinha dois anos. Como não conseguiu tratamento na região do Cariri, teve que ir para Fortaleza, onde hoje está no Lar Acold. “Quando a gente descobre é muito rápido. Graças a Deus ainda não foi preciso enuclear o olho dele. Ele está em tratamento com quimioterapia", relata Karina. 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer-INCA, o retinoblastoma é um tumor maligno originário das células da retina, que é a parte do olho responsável pela visão, afetando um ou ambos os olhos. Geralmente ocorre antes dos 5 anos de idade. 

De acordo com a Oftalmologista Pediátrica da Cliame, Lorena Melo, “Uma vez diagnosticado precocemente o retinoblastoma, o tipo de câncer ocular mais comum em crianças tem chance de quase 100% de cura, em fases mais avançadas da doença a criança pode evoluir pra cegueira, para a perda do globo ocular e até levá-la à morte”. 

O tratamento do câncer ocular vai depender do estágio em que se encontra a doença. “Em fases iniciais, conseguimos ter um tratamento menos agressivo. Conseguimos preservar a visão, o olho e a vida da criança. É recomendado fazer o teste do olhinho assim que o bebê nasce e que a criança seja acompanhada pelo oftalmologista a cada seis meses, até os 2 anos, e após essa idade, anualmente. Um dos motivos seria para diagnosticar precocemente o câncer ocular, relata a médica. 

“Peço para todas as mães ao notar qualquer coisa, qualquer manchinha amarela no olho, que procure imediatamente um oftalmologista. É um câncer não muito falado ainda. Então não é um câncer muito conhecido. Mas eu como mãe posso dizer é sério, muito sério. Exige teste de olhinho mais de uma vez ao ano, e foi através do teste do olhinho que descobri o câncer do meu filho”, relata Karina. 

“Com relação ao câncer ocular os principais sinais e sintomas que a criança pode apresentar seria o que a gente chama de Leucocoria ou “reflexo de olho de gato”, que seria o reflexo branco da pupila. O normal seria esse reflexo ser vermelho e pode ser percebido quando tiramos uma foto da criança com flash. Caso fique branco opaco é sinal de alerta e motivo para levar ao oftalmologista. Outro sintoma seria o estrabismo que é o desvio nos olhos. A criança também pode sentir dor, mas nesse caso já é um sintoma tardio” , explica a Oftalmopediatra. 

Em meio a descoberta do câncer do filho, foi no Lar Acold que a mãe de João Ananias recebeu o amparo que faltava para enfrentar essa doença. “Quero agradecer a Deus primeiramente, a Acold que nos apoiam, conhece os nossos problemas, já que a gente chega aqui com uma situação bem difícil. Mas vamos lutar para cuidar dos nossos filhos e preservar a visão de cada um deles. A Acold vive de ajuda, então precisa do seu apoio, por favor doe”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.