Header Ads

Militares do Exército realizam desinfecção do Horto e da Basílica de Juazeiro

FOTO: Rozelia Costa
Por Redação Gazeta do Cariri

Reaberta para visitação e orações pessoais desde o dia 1° de setembro, a Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, contada entre os maiores centros de Romarias do país, passou por descontaminação dos ambientes na manhã desta quinta-feira, dia 17. O procedimento foi realizado por doze militares do Exército Brasileiro e faz parte da “Ação Covid” do Ministério da Defesa. 



De acordo com o Major Rodolfo Brezolini, foram utilizados nos espaços da Basílica em torno de 80 litros de produtos estabelecidos pelo Instituto de Defesa Biológica e Radiológica do Exército, uma instituição técnica composta por engenheiros, além de outras soluções de uso industrial e hospitalar, que não danificam ou destroem as áreas. 



Também nesta quinta, os oficiais do Exército Brasileiro realizaram a desinfecção do Horto. Os militares desinfectaram o entorno da estátua do Padre Cícero, o Museu e a Capela. A desinfecção teve início por volta das 5h e levou pouco mais de 60 minutos para ser concluída. A antecipação do serviço permitiu que devotos tivessem acesso liberado ainda pela manhã.

“Há uma grande demanda aqui na região do Cariri. A intenção é apoiar a mitigação dos efeitos do coronavírus e o espalhamento da doença como um todo, então houve a decisão do Comando [Conjunto do Nordeste ao qual a 10ª Região Militar sediada em Fortaleza está subordinada] em mandar apoio para o Crajubar [sigla para a junção das cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha”, disse o Major. 

A ação iniciou por volta das 7h30 e seguiu a normatização, protocolos e práticas orientadas pelo Ministério da Saúde e demais órgãos de combate e prevenção à pandemia. Os militares utilizaram Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e um pulverizador costal manual. 

O pároco e reitor, Padre Cícero José, acompanhou o procedimento. Para ele, a ação com apoio dos militares, fortalece o combate à disseminação da Covid-19, tanto mais agora quando a Basílica volta reabrir gradualmente. Mas nem por isso os fiéis devem deixar de seguir as medidas de prevenção como o uso de máscara, álcool gel e distanciamento social. “É necessário criar esse espírito de pertença e responsabilidade. O momento continua sendo de intensificar as medidas preventivas do novo coronavírus”, ressaltou o padre. 

Nesta quarta-feira, dia 16, a Diocese de Crato – CE autorizou a volta das missas e demais sacramentos restritos a 50% da capacidade das igrejas. A Basílica segue as recomendações, acrescentando a importância de os paroquianos e romeiros fazerem inscrições na Secretaria Paroquial, em horário comercial, para participar das celebrações do sábado à noite e domingo (o dia inteiro), a fim de evitar aglomerações.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.