Header Ads

Novo programa de estágios pode beneficiar até 16,3 mil estudantes no Ceará


Oportunidade à vista para os cerca de 16,3 mil de jovens estudantes do Ceará estão em busca de experiências no mercado de trabalho. O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) lançou na quinta-feira (24) o programa Jovens Talentos CIEE, que visa contribuir para a imersão de jovens no mercado, além de oferecer capacitação profissional. 

O estudante selecionado também terá direito a uma bolsa no valor de R$ 500, independentemente da empresa e funções atribuídas ao estudante. A expectativa é que 600 mil vagas sejam geradas em todo o País com o programa, sendo válida para os estados da Região Norte, Nordeste (exceto Pernambuco), Centro-Oeste e São Paulo, onde há polos da instituição. 

De acordo com Humberto Casagrande, superintendente geral do CIEE, o programa tem como foco auxiliar jovens que estejam no ensino fundamental, médio ou técnico com idade entre 16 a 24 anos e estejam em busca de experiências profissionais. 

Ele também explica que o novo programa oferecerá, além do estágio, cursos de temas relacionados ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conduta profissional, entre outros assuntos. As atividades terão duração de seis horas diárias, das quais cinco são destinadas às atividades na empresa e uma à capacitação, que deverá ocorrer na própria empresa. 

"A primeira condição é ser estudante. Nós entendemos que todo programa de emprego para jovens deve levar em consideração a evasão escolar, que é algo ruim para o País. Por isso, o jovem que fizer a inscrição e estiver dentro dessas condições, terá atividades com duração de seis horas. Ele poderá escolher diversos cursos, dos mais diversos assuntos", pontuou Casagrande. 

O superintendente pontua que a bolsa é "modesta", mas que foi um valor pensado com base no salário mínimo vigente no País. "O estudante deve olhar para essa situação como uma oportunidade para o mercado de trabalho .Esses estagiários serão todos remunerados a R$500, a ideia foi fazer uma bolsa com relação ao salário mínimo, mas lembrando que a bolsa de estágio é livre", pontua. 

Como participar 
Os jovens estudantes que já estiverem inscritos no CIEE não precisarão se cadastrar novamente no programa. Já os novos interessados deverão realizar a inscrição no site do CIEE (https://portal.ciee.org.br/). Já as empresas interessadas podem fazer contato direto com os consultores das localidades em que o centro atua. 

De acordo com Casagrande, não há restrições quanto a segmento e porte das empresas participantes. "Não há requisitos para as empresas se cadastrarem, podem ser diversas empresas, de moda a supermercados, qualquer empresa pode ter esse jovem com ela, até mesmo os MEIS". 

"Nós já estamos recebendo as inscrições desses jovens e os nossos consultores já estão consultando as empresas para abrir as vagas. Nós já estamos trabalhando nas duas pontas, tanto no cadastramento dos jovens bem como com as empresas", comenta. 

Vagas 
De acordo com  Casagrande, embora a expectativa seja de que o programa gere 600 mil vagas, o número irá depender das empresas que aderirem ao projeto. "Antes da pandemia, nós conseguimos visitar cerca de 1.000 empresas em um dia, agora  continuamos essa captação por meios eletrônicos. Nós não criamos as vagas, precisamos dos engajamentos da empresa e até onde possível o engajamento do governo", pontua.

(Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.