Header Ads

Você sabia? Mesários podem ganhar até 6 folgas; Juazeiro precisa de 1.824 voluntários


Para que tudo ocorra com diminuição de imprevistos, Juazeiro do Norte precisa de 1.824 mesários nas duas zonas eleitorais. Nesta terça (1), começa o treinamento para os voluntários que irão participar do processo eleitoral no dia 15 de novembro. A chefe de cartório Patrícia Minami elenca os direitos dos mesários. 


Em regras gerais, um mesário ou mesária tem direito a quatro folgas – ou seis, caso presida a sessão. Isso porque ele passa por um treinamento e trabalha no dia do pleito. São dois chamamentos, cada um dá direito a duas folgas. O presidente da sessão, por precisar realizar atividades burocráticas, é chamado três vezes, somando mais duas folgas no trabalho. 

Treinamento 
Hoje começa a primeira turma EAD na plataforma do TSE. Esse ano, em razão da pandemia, está sendo virtual. No EAD, cada mesário recebe na carta.Ele pode fazer o treinamento como quiser – tudo em um dia ou distribuído durante a semana. Um treinamento equivale a uma convocação e dois dias de folga. 

Outra modalidade de treinamento é o Aplicativo do Mesário. Esse app já está no Android e amanhã (2) em IOS. Ao baixar, é possível usar offline, e dentro do app tem o treinamento. “A diferença é que no EAD há o tempo determinado para fazer. Se perder o EAD, pode usar o app. Mesmo que faça os dois treinamentos, cabe apenas 2 dias de folga”, diz Patrícia. 

Por lei, o mesário convocado tem direito a dois dias de folga sem qualquer tipo de prejuízo na remuneração. Em Juazeiro, há ainda o redução do ISS. “Mesários têm direito ainda ao vale-refeição no valor de 30 reais. O dinheiro é disponibilizado para todo mundo que trabalhou, no dia seguinte”. 

Patrícia Minami diz ainda que há um processo avançado de convocação. “Mas há muitas desistências, alguns por serem grupos de risco”. É possível se candidatar até mesmo na véspera de eleição; sempre há tempo”, relata. 

“Ser mesário não é fazer um favor, é tomar as rédeas desse processo, a Justiça Eleitoral organiza, mas a eleição é feita pela sociedade”, completa. 

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.