Header Ads

Finados: Maior romaria de Juazeiro do Norte terá restrições por conta da pandemia; saiba o que muda

FOTO: Antônio Rodrigues

Maior evento religioso do interior do Ceará, a Romaria de Finados, em Juazeiro do Norte, será atípica neste ano por conta das medidas sanitárias de prevenção à Covid-19. De 29 de outubro a 2 de novembro, a cidade que via sua população duplicar, recebendo cerca de 300 mil pessoas, em 2020 não terá as ruas lotadas como já se acostumou nesta época do ano. 

Mesmo assim, a Basílica de Nossa Senhora das Dores manterá uma programação religiosa que será transmitida pelas plataformas digitais, enquanto as celebrações acontecem em público restrito. Mas, o que essas restrições, na prática, significam? O Sistema Verdes Mares listou algumas mudanças: 

Missas 
Como era: Ao longo dos dias das romarias, são ampliadas as missas em todas as paróquias e capelas de Juazeiro do Norte, já a partir das 5h. Mesmo assim, é na Basílica de Nossa Senhora das Dores que concentram o maior número de fiéis, que não consegue comportar o número de participantes, estimado em 50 mil pessoas ao dia. 

Como será: Estão liberadas as celebrações religiosas com presença de fiéis, mas com ocupação limitada para 50% da capacidade, observando medidas de segurança, como distanciamento entre os participantes, disposição de álcool em gel e uso de máscara. Na Basílica de Nossa Senhora das Dores é necessário inscrição na Secretaria. As missas serão transmitidas pela TV Web Mãe das Dores. 

Despedida dos romeiros
Como era: 
Um dos momentos mais emocionantes das romarias, a despedida que acontece no interior da Basílica de Nossa Senhora das Dores, conta com presença do bispo Dom Gilberto. Neste momento, inclusive, é contabilizado os estados que mais enviaram devotos à Juazeiro do Norte. O interior do templo e a parte externa, ficam repletos de fiéis vestidos com seus tradicionais chapéus de palha. São estimados 4 mil pessoas no local. 

Como será: 
A despedida será restrita aos padres e a equipe de comunicação, que transmitirá a cerimônia pela TV Web Mãe das Dores, ao meio-dia do dia 2 de novembro, sem presença de fiéis. 

Comércio
Como era: Nos arredores das igrejas, dezenas vendedores ambulantes - a Prefeitura não contabiliza este número - , a maioria de fora da cidade, se concentravam vendendo artigos religiosos, roupas, rapadura, itens medicinais, artigos importados, panelas, entre outros. As concentrações aconteciam, sobretudo, na Basílica de Nossa Senhora das Dores e no Santuário de São Francisco. No Centro, não havia restrição de horário nas lojas. Neste período do ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro do Norte estima crescimento no comércio da cidade em 10% a 15%. 

Como será: Em cumprimento de decreto, o comércio de Juazeiro do Norte, muito impulsionado durante as romarias, está funcionando com restrição de horário de 9h às 17h, mas a lojas que possuem o selo “Loja + Segura”, que atendem as medidas sanitárias, estão autorizada a funcionar de 8h às 18h. Os shoppings também podem abrir, com restrição das salas de cinema em seu interior.  O incremento habitual (de até 15%) não será sentido neste ano. 

Horto
Como era: Cartão-postal de Juazeiro do Norte, a Colina do Horto, onde está erguida a estátua do Padre Cícero, em época de romaria chega a ter uma média diária de 15 mil visitantes. No dia 1º, este número dobra, atingindo 30 mil visitantes. O número de permissionários cresce de 500 para 800 vendedores. 

Como será: No Horto, também está mantido o controle de visitantes. Hoje circula apenas entre 200 a 300 pessoas por dia. Na entrada há aferição de temperatura e acesso restrito aos horários de 7h às 12h e de 14h às 17h. Lá, o comércio também mantém um revezamento, funcionando com 50% dos permissionários, em dias alternados. 

Túmulo
Como era: A visita ao túmulo ao Padre Cícero, na Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, apenas no Dia de Finados, 2 de novembro, chega a receber 100 mil pessoas. A maioria, antes ou após a missa campal, que acontece às 6h, no largo da Capela. 

Como será: A missa das 6h será restrita, no interior da Capela, sem presença de fiéis. Já as visitas ao túmulo, estão permitidas, obedecendo as medidas sanitárias, com controle de fiéis na entrada, respeitando 30% da capacidade total, que é de 150 pessoas. Também terá aferição de temperatura e obedecerá ao cumprimento do distanciamento. A entrada estará restrita das 8h às 17h. 

Museus
Como era: O Museu Vivo do Padre Cícero, no antigo Casarão do Horto, a Casa Museu do Padre Cícero, onde o fundador de Juazeiro do Norte faleceu, e a Fundação Memorial Padre Cícero, que guarda utensílios pessoais do “padrinho”, sempre foram locais muito visitados pelos romeiros. Os dois primeiros, inclusive, são locais onde podem ser depositados os ex-votos, esculturas de madeira que representam o cumprimento de alguma promessa. 

Como será: Todos os museus estarão fechados, seguindo determinação de decreto estadual. Ainda não há definição de quando serão reabertos.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.