Header Ads

Madrugada de sábado (31) sangrenta em Jati com três mortos à faca, incluindo um casal de idosos

O vaqueiro João Paulo foi a primeira vítima e, logo depois, "Ramim"

Após mais de um ano sem o registro de homicídios em Jati – o único do ano passado tinha acontecido no mês setembro – três pessoas foram assassinadas na madrugada deste sábado (31), em suposta ação de um “serial killer”. No início da madrugada o vaqueiro João Paulo Barbosa, de 35 anos, dormia numa rede na varanda de uma casa situada perto de um curral, onde o mesmo tirava o leite do gado todo dia às três horas. 

Supostamente ouviu um barulho e, ao acordar, se deparou com um homem nas proximidades quando terminou surpreendido com golpes de faca e morreu na própria rede. O crime aconteceu nesse imóvel na Avenida José Humberto de Alcântara Gondim contígua à BR-116. Cerca de meia hora depois um casal foi assassinado a uma distância de 200 metros na mesma via em cuja casa, provavelmente, o criminoso buscou refúgio em virtude do crime anterior. 

Mesmo sem saber do que houvera antes, Maria de Fátima Gomes Ramos, de 70 anos, negou guarida. Nisso o acusado foi na direção do esposo dela Severino dos Ramos, de 65 anos, o “Ramim” assassinado na cozinha do imóvel. Diante da fúria assassina, a mulher correu em busca de socorro. Todavia, foi perseguida e morta na calçada de sua casa. Logo depois, o “serial killer” fugiu. 

A polícia foi acionada e, imediatamente, uma patrulha do Destacamento Militar de Jati esteve nesses locais fazendo levantamentos e promovendo diligências. O trabalho foi coordenado pelo Sargento Magalhães e a viatura esteve hoje cedo na casa do principal suspeito Francisco Igor Ferreira Leonardo, que usa tornozeleira eletrônica. Ele foi detido e conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo e nega envolvimento no triplo homicídio.

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.