Header Ads

Vigilância sanitária interdita escola no Ceará após 8 funcionários testarem positivo para Covid-19

FOTO: Camila Lima

Uma escola no município do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, suspendeu as aulas presenciais após oito funcionários da instituição testarem positivo para o novo coronavírus (Sars-Cov-2). A decisão foi comunicada aos responsáveis na noite da última terça-feira (6). De acordo com a Secretaria de Saúde do Eusébio, a unidade foi interditada pela Vigilância Sanitária no dia 4 de outubro e deve permanecer fechada até o próximo dia 18.

Segundo as redes sociais ligadas à escola, as atividades presenciais no colégio retornaram há duas semanas. O Sistema Verdes Mares conversou com pais de crianças e adolescentes da unidade, que preferiram não se identificar. 

Embora o informe justifique a suspensão pelo diagnóstico no quadro de funcionários, não detalhou a quantidade de positivos nem a categoria dos profissionais infectados. Procurada sobre o assunto, a instituição confirmou as ocorrências, mas adicionou que não deve se manifestar nesse momento. 

Já a Secretaria de Saúde de Eusébio comunicou, por meio de nota, que realizou a testagem dos funcionários da referida escola entre os dias 30 de setembro e 1° de outubro. Ainda de acordo com a Pasta, como o centro também realiza cursos na área esportiva, a Vigilância Sanitária interditou o funcionamento total da entidade por 15 dias pra evitar a transmissão de Covid-19. 

"Estamos acompanhando e realizamos os testes para autorizar o retorno das aulas presenciais e temos esse controle dos casos positivos", adicionou a Secretaria.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.