Header Ads

Ceará tem aumento de casos de Covid-19 em mais áreas de saúde

FOTO: Helene Santos

O Ceará registrou aumento de casos de Covid-19 em nove Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS), de acordo com o boletim semanal da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira (6). A publicação faz referência ao período compreendido entre as semanas epidemiológicas 42 (11 a 17 de outubro) e 43 (18 a 24 de outubro). No entanto, dados mais recentes foram disponibilizados na plataforma IntegraSUS. 

Em números absolutos, o maior aumento ocorreu na Área Descentralizada de Fortaleza, que foi de 708 casos na semana 42 e registrou 963 na semana 43, uma diferença de 36%. Cascavel vem em seguida, passando de 107 para 162, ou seja, 55 mortes a mais (51,4%). Já Maracanaú apresentou 50 casos a mais, indo de 160 para 210 (31,3%). 

Outras áreas chegaram a ter o dobro dos registros, como no caso de Camocim, que foi de 11 para 22. Já Itapipoca passou de 18 para 35 casos, aumento de 94,4%. Também houve acréscimo no número de casos em Baturité (+52,9%), Russas (+1,5%), Sobral (+1,6%) e Tauá (+24%). 

Cenário da pandemia no Ceará 
O Ceará já confirmou 277.252 casos de Covid-19 e 9.393 óbitos em decorrência da doença. O número de pessoas recuperadas é de 236.954. Os dados foram extraídos da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 9h23. 

Ainda são registrados 45.412 casos suspeitos, em investigação. Já foram realizados 994.954 exames para identificar o novo coronavírus. São 873.647 casos notificados desde o início da pandemia. 

Em comparação com a atualização anterior, realizada às 19h07 desta quinta-feira (5), a plataforma contabilizou mais 180 casos confirmados e uma morte pela Covid-19. 

O Ceará é um dos estados onde a média móvel de mortes está crescendo, segundo o consórcio de veículos de imprensa do qual o G1 faz parte. Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás. 

As maiores incidências de casos confirmados, em números proporcionais a cada 100 mil habitantes, são registradas nas cidades de Acarape (12.901,1), Frecheirinha (10.872,7), Crateús (8.241,2), Groaíras (7.264,2) e Quixelô (6.991). 

Fortaleza registra incidência de 2.125,4 casos por 100 mil habitantes. Na capital, 56.7355 pessoas já foram infectadas e 3.922 não resistiram à doença. Em seguida no número de casos da Covid-19 está Juazeiro do Norte, cidade do Cariri com 16.256 diagnósticos positivos, 298 mortes e incidência de 5.928,4. 

Também no Cariri, o município de Crato acumula 7.401 casos, 98 falecimentos e registra incidência de 5.601,6. Sobral, na Região Norte, já confirmou 12.604 casos e 314 óbitos pelo novo coronavírus. A cidade tem incidência de casos de 6.032,5. 

Na macrorregião de saúde de Fortaleza, as cidades com o maior número de casos confirmados, além da capital, são Maracanaú (7.561), Caucaia (6.253) e Maranguape (5.151). Caucaia tem incidência de casos de 1.730,2 e já confirmou 360 vidas perdidas pela Covid-19. 

Maracanaú concentra 254 óbitos pela doença e tem incidência de 3.317,9. Em Maranguape, cidade com 3.993,7 de incidência, 117 pessoas não resistiram à enfermidade.

(Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.