Header Ads

Escritora juazeirense Jarid Arraes recebe prêmio da Biblioteca Nacional


A Biblioteca Nacional divulgou nesta sexta os vencedores de seu prêmio literário, um dos mais importantes do país. Natural de Juazeiro do Norte, Jarid Arraes foi premiada na categoria de contos por seu "Redemoinho em Dia Quente", publicado pela Alfaguara.


O gaúcho Menalton Braff ganhou o prêmio Machado de Assis da categoria romance, "Além do Rio dos Sinos", publicado pela editora Reformatório.

A escritora Maria Fernanda Elias Maglio ganhou o prêmio pela poesia de "179. Resistência", da Patuá. Adriana Falcão venceu entre os livros infantis, por "Lá Dentro Tem Coisa", da editora Salamandra, e o melhor juvenil foi "Um lençol de infinitos fios", que Susana Ramos Ventura publicou pela Gaivota. 

O melhor ensaio literário foi "Agudezas seiscentistas e outros ensaios", de João Adolfo Hansen publicado pela Edusp, e entre os ensaios sociais foi destacada uma publicação sobre a governança de prisões da editora Record. 

A melhor tradução foi a de "As Flores do Mal", do francês Charles Baudelaire, feita por Júlio Castañon Guimarães para a Penguin. Cada um dos vencedores recebe um valor de R$ 30 mil.

(Folhapress)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.