Header Ads

Câmaras refrigeradas e mais 6 milhões de seringas e agulhas adquiridas pelo Governo do Ceará chegam em janeiro


Por Redação Gazeta do Cariri

O Ceará se prepara para executar o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19. Hoje, em estoque, há 2 milhões de seringas e agulhas e outras 6 milhões têm previsão de chegada para a primeira quinzena de janeiro, assim como parte das câmaras refrigeradas para armazenamento das vacinas. 

Na última quarta-feira (16), durante o lançamento do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, o governador Camilo Santana citou que a expectativa é que a vacinação no Ceará comece no mês de fevereiro. “Prioritariamente com os profissionais de saúde, pessoas idosas e com comorbidades. Há uma previsão de no primeiro semestre o Ceará receber 1,7 milhão doses”, informou o governador. 

A meta mínima do Governo do Ceará é vacinar 95% dos grupos prioritários, totalizando 1.794.076 pessoas. Para que a vacinação ocorra, o Estado tem se antecipado e já no mês de outubro o Governo do Ceará anunciou a aquisição de 147 câmaras refrigeradas para acondicionar vacinas nos municípios. As primeiras chegam em janeiro. 

Segundo a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa), Magda Almeida, serão compradas ao todo 17 milhões de seringas de 1ml e 3ml com agulha 25×7 para vacinação contra COVID-19. “Hoje temos dois milhões de seringas e agulhas em estoque e seis milhões chegam em janeiro”, enumera.

Cronograma de distribuição 
A Sesa estima que a distribuição de doses da vacina, a serem repassadas pelo Ministério da Saúde (MS), acontecerá de forma fracionada e programada, com o objetivo de garantir melhor logística e armazenamento deste imunobiológico. A vacinação acontecerá em estratégia de campanha, intercalando com o momento da vacinação contra influenza.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.