Header Ads

Caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica é registrado em Petrolina (PE)

Manchas na pele são alguns dos sintomas da doença rara associada à Covid. FOTO: Getty images via BBC

Nesta terça-feira (29) foi notificado mais um caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) em Pernambuco. O novo paciente é uma criança de dois anos, morador de Petrolina, no Sertão. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o estado passou a ter 26 ocorrências da doença rara associada à Covid-19.

Ainda segundo a SES, a criança iniciou os sintomas suspeitos para a Covid-19 em 11 de dezembro. O menino teve exame sorológico positivo para o novo coronavírus e recebeu alta no dia 21 de dezembro. 

Dos 26 casos, 24 são de Pernambuco - Recife (7, entre eles os 2 óbitos), Caruaru (2), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Goiana (1), Sirinhaém (1), Joaquim Nabuco (1), Limoeiro (1), Timbaúba(1), Flores (1), Santa Cruz do Capibaribe (1), Vitória de Santo Antão (1), Serra Talhada (1), Paulista (1) e Petrolina (1) - e 2 de outros estados (Alagoas e Piauí), mas que procuraram atendimento médico no estado. 

Os dois primeiros casos de SIM-P em Pernambuco foram divulgados em agosto. As duas mortes são de meninas moradoras do Recife. A primeira tinha 11 anos e a segunda, 1 ano e 11 meses. 

A SIM-P se apresenta com sintomas como febre insistente, dores abdominais, manchas na pele, irritação dos olhos, entre outros sinais. A notificação foi instituída no início de agosto e os serviços de saúde começaram a fazer um resgate dos casos que podem se enquadrar com a doença.

(Fonte: G1 Petrolina)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.