Header Ads

Ceará inclui trabalhadores do transporte coletivo e de carga nos grupos prioritários de vacinação contra Covid; veja novo plano

FOTO: José Leomar

O governo do Ceará incluiu os profissionais do transporte coletivo e de carga, pessoas com deficiência severa e em situação de rua entre os grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19 no estado. A nova versão do plano, divulgada nesta quinta-feira (24), pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), prevê ainda o uso da vacina da Pfizer, totalizando 2.611.785 de doses destinadas a quatro grandes grupos prioritários. 

Os novos grupos incluídos vão receber o imunizante na quarta fase da campanha de vacinação, com membros das forças de segurança e salvamento, trabalhadores da educação e população privada de liberdade (veja no quadro abaixo).


Na primeira versão do plano de vacinação divulgado pelo Governo do estado, o documento apontava 1.794.0766 de vacina e o atual traz um acréscimo de mais de 800 mil doses. 

Apesar da atualização no plano, o Ceará segue sem data definida para o início da vacinação. Contudo, a estimativa do governador Camilo Santana é que as primeiras doses comecem a ser aplicadas em janeiro. 

Ultracongeladores 
O documento divulgado nesta quinta oficializa o imunizante produzido pela farmacêutica americana Pfizer. O novo plano estabelece também que, devido à dificuldade de armazenamento que requer ultracongeladores, as doses dessa vacina devem ser distribuídas por Fortaleza e Região Metropolitana. 

Fases da vacinação 
Os grupos prioritários vão ser divididos em quatro fases dentro do processo de imunização no Ceará, considerando características específicas que colocam essas populações como grupos de risco. A divisão vai ser feita da seguinte forma: 

1ª fase: trabalhadores da saúde, pessoas de 75 anos ou mais, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população indígena aldeada em terras demarcadas, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas; 

2ª fase: pessoas de 60 a 74 anos;

3ª fase: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer, e obesidade grave;

4ª fase: demais categorias.

(Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.