Header Ads

Cearenses conquistam medalhas de ouro e bronze na 12ª Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica


Três estudantes do Ceará, sendo um de escola pública e outros dois da rede privada de Fortaleza, conquistaram medalhas de ouro e bronze na 12ª Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA) 2020, cujo resultado foi divulgado nesta semana. 

Bismark Mesquita do Nascimento, da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra; Beatriz Rodrigues de Freitas, do Colégio Farias Brito - ambos medalhistas de ouro - e Gustavo Sobreira Barroso (bronze), do Colégio Antares, fizeram parte da equipe que representou o Brasil na competição. 

A edição deste ano da OLAA contou com quatro provas individuais e em grupo, reunindo estudante de outros nove países, como Bolívia, Colômbia, Equador, Guatemala, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. 

Este processo, detalha Beatriz Rodrigues, 18 anos, exigiu disciplina nos estudos. "A gente tem uma fase online em que a gente estuda sozinho. E só quando começa o treinamento, a gente tem algumas aulas com os professores da OLAA com chamadas virtuais e uma lista semanal de exercícios", lembra. 

A estudante participa de olimpíadas desde o ensino fundamental, mas a última edição teve um significado "mais profundo", na avaliação dela. Isso porque, justifica, a pandemia de Covid-19 alterou a dinâmica da competição, já que precisou fazer atividades remotas. 

"Eu digo que é mais especial também porque essa foi completamente diferente das que eu já participei por causa da diversidade de países, e por ser um ano de pandemia, foi uma conquista ainda maior", pondera. 

Para Bismark Mesquita, 18, ser o único aluno de escola pública entre os medalhistas, mostra que apesar dos gargalos na rede, é possível chegar a um reconhecimento internacional. 

"Tem um significado muito grande porque são poucos os alunos de escola pública que participam de olimpíadas com essa. Eu creio que isso serve até de incentivo para que mais alunos de escolas públicas possam ingressar nesse meio e acreditar que é possível independente de todas as dificuldades", acredita.

(Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.