Header Ads

Estágios: Oferta de vagas volta a crescer no Ceará; saiba cursos mais buscados


Assim como o mercado de trabalho em geral, a pandemia do novo coronavírus também afetou a oferta de vagas de estágio e jovens aprendizes. No Ceará, o número de contratações caiu 65% entre abril e junho, mas já começa a se recuperar.

Conforme dados do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee), entre abril e junho deste ano foram disponibilizadas apenas 646 vagas de estágio e jovem aprendiz contra 2.674 no mesmo período do ano passado. O supervidor do Ciee no Ceará, Cláudio Moreira, ressalta que os jovens foram afetados ainda de forma mais severa que as demais faixas etárias. 

"Da população econômica ativa, cerca de 14% se encontram em desemprego. Esse número sobe para quase 30% para pessoas com idade entre 14 e 24 anos", revela. 

Retomada das vagas
Apesar do tombo, a oferta de vagas já começou a se recuperar em agosto, quando foram disponibilizadas 1.074 oportunidades. Em setembro e outubro, os números foram um pouco menores (939 e 803 respectivamente), mas praticamente iguais aos mesmos meses do ano passado (940 e 862). 

"Só agora em novembro, nós já temos 390 vagas. Está havendo uma retomada, mas acredito que a oferta ainda não deva se normalizar este ano", avalia Moreira. 

Confira os cursos mais demandados: 
Administração 
Direito
Contabilidade
Engenharia Civil
Educação Física

Oportunidades neste fim de ano
Ele ainda indica que as vagas para atuação nos segmentos de comércio e serviços foram as mais impactadas, mas projeta bons resultados para este fim de ano. "Nossa previsão é que, com a reabertura gradual e responsável, estamos voltando a crescer. Deveremos ainda aproveitar a atratividade comercial de fim de ano, tanto para efetivos como para estagiários, para ter crescimento fenomenal", aposta. 

O supervisor do Ciee explica que o período de fim de ano também é tradicionalmente marcado por muitos encerramentos de contrato, seja pelo fim do período ou pela formatura dos estudantes. Geralmente, essas vagas são repostas apenas no início do ano seguinte, o que não deve acontecer para parte das oportunidades dessa vez. 

"Com o temor da pandemia, o mercado ainda fica um pouco retraído. As escolas, por exemplo, ainda não retornaram completamente e são um grande público consumidor de estagiários. Fora algumas vagas de contratos encerrados agora que não devem ser repostas", afirma. 

O impacto para os estagiários poderia ter sido ainda maior, segundo Moreira. Ele indica que, para preservar os contratos, algumas empresas se valeram da MP 936 e reduziram a carga horária e bolsa de seus estagiários. Mesmo com esse corte na remuneração, ele garante que a média de bolsa de novas vagas abertas não foi afetada e permanece no mesmo patamar.

Como concorrer
Para concorrer às vagas, os estudantes precisam ter um cadastro ativo no Portal CIEE e estar atento aos pré-requisitos necessários para cada oportunidade. Além disso, o sistema de vagas do CIEE realiza uma triagem de maneira automática, só disponibilizando para os jovens aquelas vagas que são próximas do seu local de residência.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.