Header Ads

Estátua de Nossa Senhora da Penha é abençoada, em Campos Sales


Ao descortinar da noite de quinta-feira, dia 23 de dezembro, o povo católico da cidade de Campos Sales e arredores voltou o olhar para a suntuosa imagem de Nossa Senhora da Penha, padroeira do município, erguida no Mirante que leva o nome da santa. O clima ameno e a brisa leve, que pairavam sobre o lugar, eram convidativos ao silêncio e à oração.

Para a cerimônia de inauguração e benção da estátua da Mãe da Penha, que também é padroeira da Diocese de Crato, o bispo Dom Gilberto Pastana se fez presente e, junto às autoridades locais e representantes do clero, compôs a mesa de honra. O ato solene foi transmitido pelos meios de comunicação locais, pontualmente às dezoito horas, motivo que inspirou Dom Pastana a convidar os presentes à Oração do Ângelus. “Nossa Senhora é a portadora da Paz; Ela, que nos traz o seu filho, que é Paz para o mundo”, disse o pastor diocesano, referindo-se à inauguração do monumento feita ao fim de ano um ano tão tempestuoso e que traz para o povo de um sinal de paz e esperança em dias melhores. “Esta imagem que hoje que estamos abençoando é, para todos aqueles que moram nesta cidade, uma certeza de que, como portadora da Paz, quer também que esta paz chegue aos lares e também a na vida de cada um”.


Devoto da Virgem Maria, Antônio Pedro, que acompanhou a benção, falou com emoção sobre presenciar este dia. “É uma honra para nós, católicos, participar desse momento, onde concretizamos a profecia predita nos Evangelhos, em que todas as gerações proclamariam a Virgem de Nazaré como Bem Aventurada. O mirante é um sinal da presença materna de Maria. Ao olharmos para ela, lembraremos que temos uma Mãe à nossa disposição, nós amando, nós formando e configurando Cristo em nós”, afirmou.

Mirante de Nossa Senhora da Penha 
A estátua de Nossa Senhora da Penha em Campos Sales mede 23 metros. É uma das maiores do Ceará, atrás apenas da estátua de Nossa Senhora de Fátima, em Crato, com 45 metros de altura, e a do Padre Cícero Romão, em Juazeiro do Norte, com 27 metros. Foi esculpida pelo artista pernambucano Pedro Pereira, conhecido por “Pedro de Saboeiro”, que levou exatamente um ano, onze meses e um dia para concluí-la contados a partir da solicitação do projeto. 


Com o molde feito a partir da mistura de gesso e serra de madeira, a imagem foi fabricada em fibra, matéria-prima usada nas obras do artista. Além da estátua, o Mirante terá um anfiteatro, um ambiente destinado ao comércio e um estacionamento. Oitenta por cento da obra já está pronta, com previsão de entrega para fevereiro de 2021. 

Por Jornalista Mychelle Santos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.