Header Ads

Funcionários paralisam atendimento na unidade Sentinela em Juazeiro do Norte

FOTO: Lorena Tavares

Na cidade de Juazeiro do Norte, a crise no setor da saúde pública volta a afetar parte da população. Quem procurou atendimento na unidade Sentinela - local que recebe encaminhamento dos possíveis casos suspeitos de coronavírus - se deparou com o local fechado. Um aviso fixado na entrada do local informa que os "serviços foram suspensos por falta de pagamento aos servidores". A Prefeitura contesta. 

A funcionária pública Rosângela Landim foi uma das que buscou assistência nesta manhã de sábado (19). Atendendo orientação médica, ela foi a unidade sentinela mas teve "uma surpresa com o local fechado e a falta de atendimento”, lamentou. 

O motorista Alan Nunes também não conseguiu atendimento e se mostrou "indignado". “Dei a viagem perdida. Isso é muito chato e acho um desrespeito para com a população", criticou. 

Por meio de nota, a Secretaria da Saúde do Município informou que o pagamento dos salários atrasados deverá ocorrer na próxima segunda-feira (21). 

No entanto, apesar de reconhecer o débito, a Pasta informou que o fechamento da unidade Sentinela foi preciso para que o local passasse por desinfecção. "Vai retomar o atendimento ainda na tarde deste sábado", completou a nota. 

Recorrência 
Esta não foi a primeira paralisação em Juazeiro do Norte nessa semana. No último dia 15, médicos que trabalham no Hospital Maternidade São Lucas e na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Limoeiro, em Juazeiro do Norte, ambos sob administração da Associação das Crianças Excepcionais Nova Iguaçu (ACENI), paralisaram parcialmente os atendimentos também devido a atrasos salariais. 

Juazeiro é uma das 15 cidades que está na lista do Sindicato dos Médicos do Ceará que indica atrasos salariais. Deste total, dez municípios têm recorrência no atraso salarial aos profissionais da categoria que atendem na rede pública. O problema, segundo especialistas, causa impacto à população.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.