Header Ads

Pela 1ª vez em nove meses, Ceará registra aumento de acidentes nas rodovias estaduais


O Ceará apresentou aumento de quase 7,6% na quantidade de acidentes em rodovias estaduais no mês de novembro em relação a 2019 - 224 casos no mês no ano passado para 241 ocorrências neste ano. Os dados são do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE). Após nove meses de queda, novembro foi o primeiro mês a apresentar aumento dos casos nas rodovias desde janeiro, quando o estado teve 227 ocorrências - 29,7% a mais do que no ano anterior (175). 

Em fevereiro, o Estado contabilizou queda de 21,3% comparado com ano anterior, saindo de 211 para 166 acidentes. Após o início da pandemia, os acidentes de trânsito nas rodovias cearenses tiveram diminuições mais significativas. Em março, caíram de 255 para 147 (queda de 43,3%) e em abril, a diminuição foi de 263 para 85 (-67,6%). O mês de maio contabilizou maior queda, saindo de 219 para 66 (-69,9%). 

De janeiro a novembro deste ano, o Ceará teve um total de 1.895 acidentes de trânsito nas rodovias estaduais, cerca de 23,9% a menos em relação a 2019 (2.493). Colisões e capotamentos estão entre as ocorrências mais comuns, também sendo registrados tombamentos, saída de pista, engavetamento, queda e atropelamento de pessoas e animais, segundo a Polícia Militar do Ceará (PMCE). 

As CEs 040 e 060 estão entre as duas rodovias com mais registros de acidentes no estado. 

Redução
Segundo o subcomandante do BPRE, major Arilson Alcântara, a PMCE vem intensificando a fiscalização nas rodovias estaduais a fim de reduzir os acidentes e mortes nas estradas. Para ele, a diminuição apresentada em 2020 está relacionada com a quantidade de fiscalização realizada, um trabalho para "conscientizar nossos condutores para respeitar a lei de trânsito, o limite de velocidade e não fazer ultrapassagem em locais indevidos, pois essas condutas aumentam muito o risco de acidentes e consequentemente, o risco de óbitos”. 

Na perspectiva do professor Mário Ângelo Azevedo, do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal do Ceará (UFC), a diminuição está diretamente ligada com a pandemia. 

“Estava todo mundo em isolamento e agora o movimento está voltando ao normal, e volta também a normalidade na quantidade de acidentes”, aponta. 

Lembrando das viagens de fim de ano, Mário acredita ser necessário intensificar a fiscalização nas rodovias estaduais para evitar acidentes e mortes. Além disso, cabe aos donos de carros realizarem a manutenção básica dos veículos antes de pegar a estrada. 

Aumento
A partir de junho, com o retorno gradual das atividades econômicas, o Ceará voltou a registrar aumento nos acidentes, apesar de manter as quedas nos casos em relação a 2019. Foram 147 acidentes em junho, 28,3% a menos que no ano anterior (205); 180 em julho, redução de 10%, com 200; 185 em agosto, diminuição de 14,3%, com 216 casos, e 204 em setembro, menos 22,13% comparado com 262. 

O mês de outubro já apresentou a menor redução percentual do ano (6%), saindo de 263 casos em 2019 para 247 neste ano. Em dezembro de 2019, foram 263 ocorrências, totalizando 2.756 acidentes no ano. 

Operações
O BPRE desenvolveu distintas operações nas estradas cearenses buscando reduzir os acidentes no trânsito a partir de dados estatísticos coletados em 2020, considerando “os locais, horários, tipos de acidente e de veículos envolvidos”, explicita a PMCE.

Dentre as operações em vigor há a “Operação Posto Móvel”, com ênfase em rodovias com mais índices de acidentes; “Operação Lei Seca”, para intensificar o uso do etilômetro, e a “Operação Duas Rodas”, com o objetivo de oferecer mais proteção aos ciclistas e motociclistas.                     (Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.