Header Ads

Pesquisa Datafolha: 22% dos entrevistados não pretendem se vacinar contra a Covid-19

Foto: Reuters/Dado Ruvic

De acordo com pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste sábado, 22% de uma parcela da população brasileira não pretende se vacinar contra a Covid-19. O número cresceu desde o último levantamento feito em agosto. 73% dos entrevistados disseram que irão se vacinar, enquanto outros 5% afirmaram não saber sua posição. As informações são da Folha de S. Paulo. 

Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) são 33% dos brasileiros que dizem que não vão se vacinar, por sempre confiar no chefe do Executivo Nacional. Os que dizem nunca confiar em Bolsonaro são 16%. Enquanto esse cenário se desenrola, a vacina Coronavac, em parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac, está em fase final de testes no País. 

A pesquisa Datafolha mostra que o brasileiro tem muito mais resistência à vacina chinesa do que o imunizante que está sendo produzido pelos EUA, Inglaterra e Rússia. Levantamento é divulgado em meio a disputa política gerada em torno da vacina, com protagonistas sendo João Doria (PSBD), governador de São Paulo, e o presidente Jair Bolsonaro, que divergem sobre importação, data de imunização e obrigatoriedade. 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou em coletiva de imprensa na segunda-feira, 7, que a primeira fase da aplicação das vacinas CoronaVac para imunização do coronavírus está programada para começar em 25 de janeiro. Segundo ele, a primeira etapa contará com 10 milhões de doses e terá como público-alvo profissionais de saúde, indígenas e quilombolas. Idosos acima de 75 anos serão imunizados a partir de 8 de fevereiro, de acordo com o governador.

(O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.