Header Ads

Postagens nas redes sociais denunciam camelôs vendendo vacina pirata contra a Covid-19 no Rio


Nesta semana, algumas postagens nas redes sociais denunciaram uma situação escabrosa: camelôs vendendo vacina pirata contra a Covid-19 em Madureira, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. 

O primeiro relato foi feito pelo produtor cultural Sérgio Oliveira, mais conhecido como MFjay, de 58 anos. De acordo com Oliveira, um camelô vendia uma suposta vacina, que custava 50 reais e garantia o certificado de vacinação. Ele ainda afirmou que havia possibilidade de aplicação na hora, com acréscimo de mais 10 reais. 

A imagem da caixa, com vários caracteres chineses, foi divulgada pelo produtor cultural e logo viralizou, acarretando no aparecimento de outras denúncias na mesma localidade.

A vacina original ainda não foi disponibilizada nem colocada à venda pelos órgãos competentes.

(O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.